Razões para investir em games corporativos

Os jogos digitais têm o potencial de criar ambientes de aprendizagem ativos e envolventes

Gamificação e aprendizagem baseada em jogos são tópicos bem atuais nas corporações. Eles recriam e simulam situações do dia a dia das empresas em um ambiente digital totalmente motivador aos participantes. A capacidade de envolver os alunos por meio do uso de mecânica do jogo, tais como pontos, tabelas de classificação e prêmios, parece ter enorme promessa para melhorar os resultados do treinamento e da educação.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Investimento estratégico em tempos de crise

Capacitação é uma das alternativas para driblar o momento atual

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), o desemprego subiu para 13,2% no trimestre de dezembro a fevereiro de 2017, com altas de 1,3 ponto percentual frente ao trimestre móvel anterior (setembro a novembro de 2016 -11,9%). A população desempregada chegou a 13,5 milhões e bateu o recorde da série iniciada em 2012. Este contingente cresceu 11,7% (mais 1,4 milhão de pessoas) frente ao trimestre encerrado em novembro de 2016 e 30,6% (mais 3,2 milhões de pessoas em busca de trabalho) em relação a igual trimestre de 2016.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Potencialize sua força de vendas

Saiba como treinar seus colaboradores e torná-los mais eficientes graças às ferramentas de gestão de aprendizagem

Com o poder do e-Learning corporativo, as limitações geográficas não são mais um problema. Sua equipe de vendas inteira pode acessar materiais de treinamento on-line em qualquer dispositivo de qualquer lugar do mundo. Das habilidades de negociação ao conhecimento do produto, seu programa de treinamento on-line de vendas pode oferecer-lhes uma riqueza de conhecimento.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Pesquisa: Melhores Práticas de Gestão de Performance e Obstáculos ao Desempenho


Está no ar a sétima edição, segunda com abrangência Latino-americana, da pesquisa "Melhores Práticas de Gestão de Performance e Obstáculos ao Desempenho", realizada pela MicroPower e Institute for Learning & Performance-Brasil, com apoio da ABRH-Brasil, ABRH-SP, ABES, FNQ, ADVB, MBC e GCSM. A pesquisa em espanhol também conta com o apoio da FIDAGH - Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Em parceria com a MicroPower, Grupo Martins promove engajamento e assertividade no acompanhamento de metas

Líder do segmento atacadista-distribuidor brasileiro, o Grupo Martins foi fundado há 62 anos e possui, aproximadamente, 4.080 colaboradores. Ao longo das últimas décadas construiu uma história de sucesso incomparável, tornando-se uma referência na distribuição e no varejo do País. Com a diversificação e amplitude de seu atendimento em todas as regiões, assumiu também o papel de integrador da cadeia de consumo. Potencializando também seu modelo de gestão de pessoas, desde 2013, por meio do MicroPower Performa, o Grupo Martins conseguiu maior assertividade no acompanhamento de metas e automatizar processos dos colaboradores, permitindo maior agilidade na identificação, desvios e definição de planos de ação corretivos.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Razões para investir em e-Learning

Soluções irão fazer você repensar a estratégia de treinamento de sua empresa

Com o mundo cada vez mais digital, é preciso olhar com mais atenção para as novas tendências em capacitação e a forma mais eficaz de satisfazer as demandas do aluno moderno que busca por informações rápidas, personalizadas e de onde quer que eles estejam. 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Gerações de conhecimento

Saiba como engajar seus colaboradores em diferentes necessidades de aprendizagem 

Para cada geração existem expectativas, necessidades, preferências e objetivos que devem ser considerados. Caso contrário, corremos o risco de excluir grupos específicos ou limitar o âmbito dos nossos cursos de e-Learning. Milênios e baby boomers são duas gerações que compõem a grande maioria do nosso público. Assim, os profissionais de e-Learning devem saber o máximo possível sobre quem são, e o que eles estão procurando em sua experiência e-Learning.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A gestão de performance e a produtividade

Mais do que gerir o aprendizado corporativo, é preciso entregar resultados 

Há uma clara tendência nas organizações para olhar a gestão de performance e desenvolvimento de talentos como prioridade na abordagem do tema capital humano, deixando em segundo plano temas como desenvolvimento de lideranças e a gestão da mudança, que sempre estiveram em primeiro lugar na agenda dos executivos de RH. 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter