Trabalhe sua inteligência emocional

Com exercícios diários de reflexão é possível desenvolver essa habilidade que pode ajudá-lo a conquistar grandes objetivos

Você provavelmente já ouviu alguém dizer “o problema é que ele (a) não tem inteligência emocional” ou o oposto “a inteligência emocional o (a) levou a conquistar a promoção”, fez cara de que estava entendendo tudo (e, pelo contexto, até entendeu a ideia), mas ficou curioso para saber como funciona essa tal de inteligência emocional.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Você realmente sabe engajar?

Engajamento não é motivação e depende muito mais de um processo cognitivo do que emocional

Cancelamento ou adiamento de projetos estratégicos, falta de propostas de inovação, queda no padrão de qualidade de serviços e produtos: a escassez de talentos pode causar impactos significativos nas organizações. Por conta disso, é crescente a preocupação dos gestores para propor atrativos e, assim, além de reter, motivar seus colaboradores de destaque.

Contratação de palestrantes motivacionais, bônus e prêmios como viagens são algumas das estratégias utilizadas, mas o que os gestores não têm percebido é que engajamento não é motivação. “A motivação da sexta não resolve os problemas da segunda e da terça”, comenta Eduardo Carmello, diretor da consultoria Entheusiasmos, especializada em geração de valor através de orientação, incentivo e capacitação do capital humano nas organizações.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Organize seu dia

Aplicativos que irão ajudá-lo a cumprir suas tarefas com dinamismo e praticidade

Agenda de compromissos pessoais e do trabalho cheia, pouco tempo e planejamento zero. Se está difícil organizar a vida, confira essas dicas que separamos de aplicativos para smartphones com sistemas iOS ou Android, que funcionam como verdadeiras secretárias virtuais.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Simplifique com e-Learning

Entenda como o e-Learning pode facilitar o processo de aprendizado de seus colaboradores

Aprendemos e desenvolvemos novas habilidades todos os dias. Isso é o que recicla nossas ideias e nos faz evoluir. É dessa forma também que nos preparamos para encarar os desafios do dia a dia e aproveitar as oportunidades.
 
No campo do aprendizado, o e-Learning destaca-se como uma das melhores ferramentas atuais. Isso por conta da interatividade que esse formato de curso proporciona aos participantes. Imagens, linksgames, vídeos, recursos de áudio – em especial comandos de voz, que ajudam a encorajar a audiência – só deixam o processo de aprendizado mais interessante e fisgam a atenção dos participantes. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Governança do aprendizado: uma estratégia de sucesso

A governança alinha os programas de aprendizado levando a mesma mensagem a todos os membros da organização

Não importa se a empresa é pequena ou grande, familiar ou não, se conta com mais de vinte filiais ou apenas um escritório, quando o assunto é aprendizado no meio corporativo, é indispensável a criação de uma estrutura de governança – que, vale lembrar, não precisa ser complexa, é possível obter excelentes resultados com apenas um grupo de treinamento.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Networking presencial e virtual

Dicas para ajudá-lo a cativar seus contatos

Fazer networking é essencial para manter-se atento às novidades do mercado, buscar oportunidades e até para não perder contato com os colegas de longa data. A construção de uma rede de relacionamentos com base sólida deve ser cativada com dedicação, pois o mais importante é a qualidade dos contatos. Tudo começa com a sua disponibilidade para ajudar as pessoas. É preciso mostrar o que você é ou a solução que tem a oferecer e, assim, criar empatia e vínculos a partir de contatos seguintes.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Vídeos interativos

Além de conteúdo específico, voltado às necessidades de seus colaboradores, a qualidade e os recursos do player de vídeo influenciam o desenvolvimento de um bom material

O uso de vídeo em e-Learning passou a ter um papel importante na forma do colaborador aprender e reter informações. Estudos demonstram que a aprendizagem com o auxílio do vídeo aumenta a taxa de retenção. Mas o que torna um vídeo interessante em e-Learning? Esse é um dos grandes desafios de desenvolvedores e empresas. Afinal, não é porque está em formato vídeo e online que um curso se tornará automaticamente dinâmico, interativo e engajador.
 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aprendizado na palma da mão

Estratégias para o sucesso de seu mobile learning

Graças à internet e ao avanço tecnológico dos dispositivos móveis, pessoas de todas as partes do mundo já estão mais que conectadas, compartilhando experiências e conhecimento em qualquer horário e de qualquer lugar, seja escritório, parque ou até avião. 

Assim como a forma de manter-se conectado está mudando, o aprendizado segue o mesmo caminho. O mobile learning já é tendência crescente nas organizações uma vez que só aumenta o número de colaboradores que utilizam seus dispositivos móveis (smartphones e tablets) para aprender, trabalhar e expandir seus horizontes.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Mudança de carreira

Planejamento financeiro, capacitação e uma forte rede de contatos são essenciais para o sucesso

Se trocar de empresa já gera ansiedade e insegurança, imagine trocar de área. Depois de passar por treinamentos, pelo processo prático de erros e acertos e consolidar uma carreira, a ideia de entrar em um cenário diferente e recomeçar, de fato, pode assustar. Mas, hoje, as pessoas não querem atuar com aquilo que não as motiva ou não oferece mais desafios. Além disso, todos mudam com o tempo e descobrem novas prioridades.

No entanto, antes de tomar qualquer decisão, o profissional deve pesquisar muito e preparar-se, inclusive, financeiramente. Capacitação e uma boa rede de contatos também são fatores essenciais nesse processo de transição. Confira mais algumas dicas, não perca tempo e mãos à obra!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Programas de aprendizado para diferentes gerações

Há diferenças entre profissionais veteranos, baby boomers, geração X e geração Y que devem ser consideradas não somente para a contratação, mas também no processo de aprendizado

Veteranos, aqueles nascidos antes de 1946, e Baby Boomers, entre 1946 e 1964, foram educados com muita disciplina e rigidez, são profissionais que focam em resultados e têm o trabalho como eixo e prioridade. Já as pessoas da Geração X, nascidas entre 1965 e 1980, tendem a ser mais criativas e empreendedoras e a valorizar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Na outra ponta, os profissionais da Geração Y, nascidos após 1980, consideram o trabalho uma fonte de satisfação e de aprendizado e, apesar de jovens, não se intimidam diante de desafios.

A parceria entre essas forças pode formar uma organização com bases sólidas e, ao mesmo tempo, inovadora. Mas além de contribuírem cada uma a sua maneira, elas também aprendem de forma diferente. Um bom exemplo citado pelo especialista Nick van Dam é como profissionais de diferentes gerações encaram novas tecnologias, como os games.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter