Como implementar o Blended Learning

Para uma implementação de excelência, realize planejamento detalhado, combine algumas das melhores práticas de aprendizagem e fique atento às ferramentas de suporte

O Blended Learning ou aprendizado híbrido designa a forma de aprendizado em que os cursos são ministrados por meio da fusão de ensino a distância e presencial. Ele só foi possível graças ao avanço das tecnologias digitais de informação e comunicação, que proporcionaram a colaboradores e instrutores, entre outras vantagens, mais flexibilidade e autonomia. 

Para implementá-lo em sua organização, você deve pensar em fazer um bom planejamento, combinar algumas das melhores práticas de aprendizagem e ficar atento às ferramentas de suporte ao aprendizado e desempenho. Confira algumas dicas que selecionamos para ajudá-lo nessa missão!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Mobile learning customizado

Complementares aos treinamentos formais, as pílulas de conhecimento disponibilizadas por meio de smartphones, tablets e outros dispositivos móveis favorecem o aprendizado contínuo

Você já ouviu falar da expressão “curva do esquecimento”? Se nunca ouviu, certamente já se surpreendeu ao perceber que se esqueceu de algo que acabou de aprender. Voilà! Mas você não está sozinho nessa. Todos nós esquecemos metade do que aprendemos logo na primeira hora após a instrução. Tal descoberta foi feita pelo psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus, no século 19. 

Para driblar essa questão, Hal Pashler, psicólogo da Universidade da Califórnia, sugeriu a proposta de “estudo parcelado”, ou seja, dividir o conteúdo em pequenas partes, dando intervalos entre as sessões de estudo. Dessa forma, aciona-se o cérebro quando ele está pronto para reter novas informações.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Evolução do aprendizado

Da sala de aula ao aprendizado móvel

Desde as tradicionais aulas ministradas por professores ou instrutores que permaneciam na mesma sala e no mesmo período de tempo que os participantes, o aprendizado evoluiu muito. O conhecimento, antes restrito a um pequeno público, agora pode ser compartilhado e, melhor, criado por quem faz parte do processo – o colaborador. Novos métodos foram adotados, amparados pela evolução tecnológica, o que favoreceu não somente as pessoas como também as empresas e o mercado, de forma geral. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A diferença entre a aprendizagem formal e a informal

Cursos em sala de aula física, indicação de livros, redes sociais corporativas: entenda as diferenças entre as modalidades de aprendizado

 

De acordo com o especialista Mark Rosenberg, a aprendizagem é um processo em que se adquirem novas competências e conhecimento com o objetivo de melhorar o desempenho. Existem diversos tipos de atividades e sua empresa provavelmente utiliza pelo menos dois ou mais deles: cursos em sala de aula física, indicação de livros, redes sociais corporativas, mundos virtuais 3D, podcasts. Mas você entende a diferença entre aprendizagem formal e informal?

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

As vantagens dos cursos feitos sob medida

Conteúdos desenvolvidos de acordo com objetivos específicos de aprendizado

Cursos customizados ou desenvolvidos sob medida, como o próprio nome sugere, são criados de acordo com os objetivos de aprendizado específicos de uma organização. Esse tipo de curso passa longe de ser “adaptado”. Pelo contrário, é produzido a partir das necessidades dos colaboradores, conforme as metas de performance da empresa.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter