A gestão de performance e a produtividade

Mais do que gerir o aprendizado corporativo, é preciso entregar resultados 

Há uma clara tendência nas organizações para olhar a gestão de performance e desenvolvimento de talentos como prioridade na abordagem do tema capital humano, deixando em segundo plano temas como desenvolvimento de lideranças e a gestão da mudança, que sempre estiveram em primeiro lugar na agenda dos executivos de RH. 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

BIG DATA making a BIG DIFFERENCE

Tendências: Aprendizado e Alta Performance
Dados fazem uma grande diferença

Em um de meus posts sobre as tendências do aprendizado corporativo, já comentei o quão difícil é para os CLOs e gerentes de Capacitação, Treinamento ou RH justificarem para suas empresas os investimentos realizados na área de Aprendizado com dados de ganho de produtividade, qualidade ou redução de custos. Até mesmo como consequência, o tema BIG DATA vem tomando conta das mídias e das análises de tendência desse setor. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aposte em mobile learning como receita de produtividade

Tem como meta a alta performance, então invista em mobile learning

Melhorar a performance organizacional não é tarefa simples e depende de uma série de fatores, como mercado, clientes, qualidade em produtos e/ou serviços, colaboradores, entre outros. Mas mesmo não havendo uma receita certeira, é possível investir em algumas estratégias que favorecerão o andamento dos negócios e a caminhada em direção às tão almejadas: produtividade e alta performance.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A diferença entre e-Learning e Mobile Learning

Conheça as características dos dois formatos e delimite a estratégia de aprendizagem de sua organização

Há tempos o aprendizado conquistou mobilidade, deixando de ficar entre as paredes da sala de aula para ganhar ruas, parques e avenidas. Brincadeiras à parte, hoje é possível aprender usando dispositivos móveis em qualquer lugar e horário, o que resulta em:

  • Flexibilidade para usuário e empresa;
  • Mais economia para o negócio, poupado de gastos com viagens e estrutura para treinamentos;
  • Produtividade no trabalho através de interações on the job;
  • Maior número de colaboradores treinados ao mesmo tempo.


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A importância do reforço positivo

Muitos benefícios podem surgir a partir do momento em que os gestores passam a fornecer reforço positivo

 

Estímulo a um tipo de comportamento, o reforço positivo (inclusive em treinamentos online) pode não somente aumentar a confiança do colaborador em suas habilidades e na capacidade de cumprir tarefas, como também incentivar a motivação e o engajamento para o aprendizado.

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning para aumentar a produtividade

Cursos online proporcionam a oportunidade do colaborador aprender realizando suas atividades diárias de maneira mais eficaz

Em um mercado dinâmico como o que temos hoje, as empresas precisam desdobrar-se para conseguir destaque entre seus concorrentes. Produzir é uma das metas de maior importância. Entretanto, como estimular a equipe a ser mais produtiva e até a ultrapassar os resultados planejados?

e-Learning pode ser uma excelente solução para essa e outras questões relacionadas à produtividade, já que a ferramenta trabalha o desenvolvimento dos colaboradores, proporcionando a eles a oportunidade de aprender realizando suas atividades diárias de maneira mais eficaz. Confira outros motivos!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tendências digitais em RH: palestra de Francisco Antonio Soeltl no RH Conecta

Presidente da MicroPower realiza palestra no evento digital promovido pela ABRH-SP

Como melhorar a produtividade de pessoas e processos a fim de tornar uma empresa mais competitiva? Essa é uma das questões que pode ser solucionada pela gestão integrada das informações, uma das principais tendências digitais em todo o mundo, possível graças aos avanços da tecnologia e dos departamentos de treinamento e desenvolvimento.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Gestão do tempo

Administrar o tempo de maneira produtiva requer determinação

Em um cenário econômico de incertezas, as empresas enxugam suas equipes e cada vez mais os colaboradores agregam novas atividades. Falta fôlego, tempo e, sobretudo, organização para cumprir a agenda de compromissos. Se esse é o seu caso, confira algumas ações que poderão mudar a sua rotina, aproveitar novas oportunidades e tornar seu trabalho muito mais produtivo. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Sua empresa vai entrar no jogo?

O uso da Gamificação para treinamento de colaboradores

Há algum tempo, os games deixaram de ser passatempo ou “vício” de adolescente e tornaram-se verdadeiros aliados para as empresas. O uso de ideias e mecânicas dos jogos em um contexto não diretamente relacionado com jogos – a Gamificação (Gamification, em inglês) – engaja e proporciona interação entre colaboradores e empresa, transformando, de maneira divertida e descontraída, conceitos e experiências em simulações. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Hora da pausa

Como o ócio criativo estimula o bem-estar e, consequentemente, a produtividade dos colaboradores

Seja no escritório, em clientes ou fazendo home office, cada vez mais, as pessoas passam a maior parte do tempo trabalhando ou pensando em trabalho. Não apenas para garantir o sustento, mas para sentirem-se úteis, produtivas, em ação. 

Não há problema em amar o trabalho, pelo contrário. É, inclusive, bom para a saúde desempenhar uma atividade motivadora, que dê satisfação. A questão é que as pessoas sentem-se mal quando param e esse peso na consciência faz com que fique difícil desligar o celular ao chegar em casa, cumprir uma hora completa de almoço ou fazer a sesta (mesmo aos sábados e domingos).




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter