Crie uma identidade para seus treinamentos

Imprima a marca da organização em seus cursos e treinamentos

Na semana passada, falamos sobre o tema marketing do aprendizado e destacamos aspectos importantes como conhecer muito bem o perfil dos colaboradores e trabalhar com as ferramentas de comunicação (e-mails marketing, blogs, boletins informativos) de acordo com os diferentes públicos-alvo.

Fixar a identidade da marca é mais uma forma de chamar a atenção dos colaboradores e engajá-los, comunicando a essência do negócio, criando uma conexão contundente entre as atividades da empresa, os objetivos corporativos, as metas pessoais, a capacitação e, claro, a comunicação e a integração de todos esses fatores.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como promover seu novo programa de e-Learning

As competências de marketing em trabalhos de aprendizado tornam-se cada vez mais importantes para engajar colaboradores

Se todas as grandes marcas, mesmo sendo líderes em seus segmentos, continuam a fazer propaganda de seus produtos, por que não investir em marketing de aprendizado? É com essa pergunta que lançamos o tema do post de hoje. 

A partir do e-Learning, houve um aumento significativo no número de cursos e treinamentos, o que fez com que os usuários passassem a demandar informações mais detalhadas a respeito dos programas de aprendizado disponíveis (objetivos, vantagens, aplicações etc.). Dessa forma, as competências de marketing em trabalhos de aprendizado tornaram-se muito importantes e necessárias para engajar e encantar esses clientes internos e, com isso, estimulá-los a participar das iniciativas, bem como promover a cultura da alta performance dentro das organizações.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Podcast: uma solução educacional prática e eficaz para sua equipe

A principal vantagem do podcast é sua flexibilidade: o formato permite que o ouvinte acompanhe o conteúdo enquanto se locomove ou realiza outras atividades

Com origem em meados dos anos 2000, os podcasts – junção de “iPod” com “broadcast” (transmissão, em inglês) – sempre fizeram parte da vida digital. Populares nos Estados Unidos, eles foram chegando de mansinho no Brasil até conquistarem grande espaço com a popularização dos smartphones. Conforme dado fornecido pela consultoria GfK ao blog Link, do Estadão, 111 milhões de aparelhos foram vendidos no país entre janeiro de 2013 e outubro de 2015.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning: como engajar baby boomers II

Uma estratégia para tornar o e-Learning bem mais atrativo aos boomers

Dando sequência ao post sobre como usar a tecnologia para criar um e-Learning que seja mais atraente aos boomers, destacamos novas dicas de como estruturar seus treinamentos. Confira!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning: como engajar baby boomers

Uma estratégia de e-Learning interessante e adequada para os diferentes tipos de colaboradores

Se as novas gerações já nascem totalmente “ambientadas” às tecnologias, os Baby Boomers são recém-chegados nesse campo. Por isso, alguns podem ser até mais relutantes quando convidados a participar de treinamentos online.

Assim, o desafio de muitos profissionais de treinamento é descobrir como usar a tecnologia para atrair esse público, fazendo os Boomers se sentirem mais confortáveis diante de algumas mudanças, como novos sistemas, mídias e formas de trocar o conhecimento. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Animações engajam o time e ajudam a reter o conhecimento

Facilitadoras do aprendizado, as animações garantem que conteúdos relevantes, muitas vezes densos, sejam transmitidos de maneira leve, porém efetiva

A palavra animação vem do latim ANIMA e significa “alma”, “sopro vital”. De acordo com o site InfoEscola, a história da animação “perde-se nas brumas do tempo” e vem desde a época dos registros de imagens nas paredes das cavernas. Com a tecnologia, as animações tornam-se cada vez mais sofisticadas. Mas bem além da arte do movimento, o mercado já as reconhece como ferramentas extremamente importantes no processo de compreensão e retenção do conhecimento. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

O papel estratégico do aprendizado e do desenvolvimento

Cultura de Alta Performance: aprendizagem para formar os talentos e impulsionar a organização

As mais recentes pesquisas sobre as novas gerações no mercado de trabalho apontam que os colaboradores de hoje estão em busca de trabalhos interessantes e desafiadores, que permitam oportunidades de aprendizado e crescimento dentro da organização. 

Como citamos no post A cultura de performance e o desenvolvimento de jovens talentos, essas pessoas também esperam trabalhar em empresas baseadas em valores sustentáveis, que contribuam para o bem-estar da sociedade como um todo. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tendências: os treinamentos mais utilizados pelas organizações

As tendências em formatos de treinamento que irão ajudar a alavancar a performance de seu time

Você já deve ter percebido que os programas de treinamento e desenvolvimento de pessoas estão cada vez mais relacionados com as estratégias das empresas. Com a economia passando por “certa turbulência”, custos aumentando, bem como a competitividade entre as empresas concorrentes, nunca foi tão necessário (ou nunca se pensou que fosse) unir interesses e necessidades de capacitação do colaborador aos objetivos e metas do negócio.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Resultados a partir do e-Learning

Confira quatro elementos que todos os projetos de e-Learning bem-sucedidos têm em comum

Não há uma fórmula para o sucesso de um projeto em formato e-Learning. O que funciona para um curso ou empresa pode perder completamente o sentido para outra marca ou proposta. No entanto, existem quatro elementos que aparecem em todos os projetos de e-Learning bem-sucedidos. Confira quais são eles!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A cultura de performance e o desenvolvimento de jovens talentos

As empresas que pretendem desenvolver uma cultura de performance devem ter como base o treinamento e a capacitação de seus talentos (de diferentes gerações), além de contribuírem para o bem-estar da sociedade como um todo

Em 2020, ou seja, em apenas cinco anos, os jovens da geração Z (nascidos entre 1990 e 1999) serão 20% da força de trabalho ao lado dos colegas X e Y que aos poucos assumirão a liderança sênior gerada com a aposentaria dos baby boomers.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter