A cultura de performance e o desenvolvimento de jovens talentos

As empresas que pretendem desenvolver uma cultura de performance devem ter como base o treinamento e a capacitação de seus talentos (de diferentes gerações), além de contribuírem para o bem-estar da sociedade como um todo

Em 2020, ou seja, em apenas cinco anos, os jovens da geração Z (nascidos entre 1990 e 1999) serão 20% da força de trabalho ao lado dos colegas X e Y que aos poucos assumirão a liderança sênior gerada com a aposentaria dos baby boomers.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Treinamento a distância até pelo celular: sim, é possível!

Mobile learning: poupe verba e atinja mais pessoas

O mundo dos negócios tem passado por inúmeras mudanças nos últimos anos, não só com relação ao aumento da concorrência ou à evolução de produtos e serviços. As formas de treinamento também estão diferentes. As empresas inteligentes estão cada vez mais envolvidas com a capacitação de seus talentos e, graças aos avanços tecnológicos, esse processo está bem mais simples.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Apresentações online: ideias criativas para profissionais de e-Learning

Para engajar os colaboradores é preciso ter criatividade e boas pitadas de efeitos visuais e sonoros

Ao fazer uma apresentação presencial é possível chamar a atenção para a cor da gravata de alguém na plateia, contar histórias, cantar, propor participações improvisadas e diferentes dinâmicas. Mas quando o assunto é apresentação online, são necessárias estratégias criativas para tornar seu conteúdo interessante e dinâmico aos olhos da audiência.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Desenvolvendo projetos de e-Learning com design responsivo

Responsividade: otimizando o acesso ao material, os instrutores de treinamento conseguem mais adesão da audiência e, ainda, facilitam o acompanhamento e a retenção do conteúdo

Você já observou certa diferença na apresentação de um conteúdo quando acessado de um computador tradicional e um smartphone, como se o material aparecesse de forma reorganizada na tela de cada um deles, para facilitar a leitura e até a interação? De maneira simplificada, isso é design responsivo, técnica de criar páginas para web que se adaptem a diferentes soluções, telas, dispositivos (sem precisar criar páginas específicas para cada situação). 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Design: três dicas para profissionais de treinamento melhorarem suas habilidades

Truques básicos para profissionais que não são especialistas em design garantirem melhor identidade visual para seus projetos

O design é um dos elementos mais importantes quando o assunto é e-Learning. Quando feito de maneira adequada, ele facilita a compreensão do conteúdo, atrai a atenção do usuário e o ajuda, inclusive, a reter o conhecimento adquirido com mais facilidade.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Três dicas de como usar vídeos em seus treinamentos

Treinamentos realizados por meio de vídeos, tendência entre as organizações 

Com smartphones e tablets cada vez mais acessíveis, telas de altas resoluções, mais velocidade e conectividade, o consumo de vídeo continua a crescer. Essa tendência também já é percebida no e-Learning por motivos óbvios: os vídeos possibilitam maior interação, ajudam no processo de retenção do conhecimento, reduzem o tempo de aprendizado e demonstram processos complicados de maneira direta.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como definir objetivos de aprendizagem

Até o final deste post, você será capaz de definir objetivos de aprendizagem

Mas, o que são objetivos de aprendizagem? Resumidamente, promessas de aprendizagem. Eles informam ao público-alvo o que poderá ser aprendido ao término de uma formação.

Eles são importantes por várias razões. Em primeiro lugar, possibilitam que os alunos decidam por fazer ou não o curso em questão. Em segundo lugar, optando por fazê-lo, os objetivos de aprendizagem funcionam como um roadmap. Ao comparar seu progresso com a lista de objetivos, os alunos terão uma ideia geral de quanto conteúdo ainda resta para finalizar o curso. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

O modelo 70:20:10 e o mobile learning

Aprendizado e da alta performance: tendências na área de treinamento corporativo

Certamente você já ouviu algo sobre o conceito denominado 70:20:10, que permeia o mundo do aprendizado corporativo há muitos anos, o qual em síntese presume que:

  • 70% do aprendizado provém de experiências próprias, ou seja, realizando as atividades;
  • 20% do aprendizado provém de interações com colegas, especialistas e superiores, ou seja, através do aprendizado social;
  • 10% do aprendizado provém de realizações de cursos, sejam eles online ou presencias.

E por que estamos abordando esse tema? Vemos no mercado, muitas empresas interessadas apenas em prover cursos e capacitação a seus colaboradores. Mais do que prover treinamento, é necessário ter uma estratégia de treinamento, um plano corporativo alinhado com os objetivos organizacionais e saber claramente o que esperamos de aumento no resultado e performance após capacitar nossos funcionários.
Leia mais...





Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Objetivo de aprendizagem – da empresa ou do aluno/colaborador?

O papel do designer instrucional é encontrar a melhor maneira de ajudar o colaborador a alcançar seu objetivo

Dando continuidade ao tema do meu post anterior, gostaria de levantar um assunto para reflexão sobre como direcionamos os objetivos de aprendizagem de uma capacitação.

De acordo com uma pesquisa realizada pela In-Focus com mais de cinco mil alunos, 75% querem ser capaz de fazer seu trabalho melhor e mais rápido. Ou seja, a cada convite para uma formação, eles se questionam: "O que é que eu vou fazer melhor / mais rápido / mais efetivo após esse treinamento?". Eles querem saber como a formação vai impactar positivamente sua capacidade de realizar o trabalho (princípios da andragogia).
Leia mais...




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter