Novo método de aprendizado – parte 2

A estrutura de um programa de aprendizagem para a força de trabalho do século XXI

 

No segundo post da série Novo método de aprendizado (modelo apresentado por Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower e da comunidade Learning & Performance Brasil, no livro e-Learning no Brasil: retrospectiva, melhores práticas e tendências) vamos tratar das etapas seguintes às Análises de aprendizado. Confira quais são elas!


Leia mais...


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aprendizado na medida certa

As atividades mudaram e as necessidades da força de trabalho também, por isso torna-se essencial investir em experiências de aprendizado personalizadas para os colaboradores

 

Para atender ao novo perfil de consumidor, as empresas perceberam que precisariam inovar em seus produtos e serviços, que oferecer mais do mesmo a todos não iria funcionar por muito tempo. Assim, elas passaram a investir em customização. Na economia atual, tudo é feito de acordo com o que o cliente precisa e deseja – do café ao carro, da casa ao pacote de viagem – e o aprendizado acompanha esse ritmo. Por que não acompanharia?

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

As armadilhas da GC

Apesar do nome Gestão do Conhecimento (GC), o conhecimento não pode ser gerido, mas sim compartilhado e alavancado

Marc Rosenberg começa o capítulo sobre Gestão do Conhecimento (GC) – também conhecida como Knowledge Management (KM) – em seu livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional dizendo que em uma empresa inteligente, a GC “reside em ordenar a informação a partir do caos e transformar competências empresariais em ativos reais de negócios”. Para tanto, as estratégias variam. É possível começar codificando e preservando informações importantes; reunir e identificar o conhecimento a ser explorado e ministrado; focar no suporte aos usuários, entre outras estratégias.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Novo método de aprendizado

A estrutura de um programa de aprendizagem para a força de trabalho do século XXI

Sabemos que hoje as empresas mesclam atividades em sala de aula tradicional e no meio online, já que cada um tem sua importância e aplicabilidade no processo de aprendizagem. Como os dois modelos possuem características distintas, com funções e limitações, eles podem atuar de forma complementar, beneficiando negócios e pessoas.

No entanto, mais importante do que simplesmente o método, a qualidade do desenho do aprendizado é o que de fato determina a retenção do conhecimento, conforme destaca Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower e da comunidade Learning & Performance Brasil, no livro e-Learning no Brasil: retrospectiva, melhores práticas e tendências.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Escuta ativa – parte II

Apesar de ser uma das mais importantes habilidades, a maioria das pessoas não consegue ouvir atentamente. Saiba quais estratégias usar em seus treinamentos para estimular essa competência nos colaboradores

No primeiro post sobre escuta criativa, destacamos, entre outros pontos, a importância da interatividade e do feedback para incentivar os colaboradores a manterem a atenção aos conteúdos apresentados e às informações discutidas pelos colegas, de maneira que esse comportamento seja levado para fora dos treinamentos, ou seja, em suas relações profissionais e pessoais diárias.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Meritocracia de verdade

Processos estruturados que vinculem a estratégia organizacional às operações diárias e contribuições do colaborador, bem como seus planos de carreira, devem ser considerados na estratégia de gestão do desempenho e meritocracia

Parece natural que as pessoas sejam promovidas de acordo com seus esforços e também com os resultados atingidos, mas nem sempre é isso que ocorre. Em algumas empresas, as promoções mais parecem um sonho distante, apenas para indicações ou para aqueles que acumulam anos na casa. Entretanto, para conquistar uma cultura de performance, cada vez mais organizações passam a investir em um modelo de negócio no qual a meritocracia ganha espaço.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning para aumentar a produtividade

Cursos online proporcionam a oportunidade do colaborador aprender realizando suas atividades diárias de maneira mais eficaz

Em um mercado dinâmico como o que temos hoje, as empresas precisam desdobrar-se para conseguir destaque entre seus concorrentes. Produzir é uma das metas de maior importância. Entretanto, como estimular a equipe a ser mais produtiva e até a ultrapassar os resultados planejados?

e-Learning pode ser uma excelente solução para essa e outras questões relacionadas à produtividade, já que a ferramenta trabalha o desenvolvimento dos colaboradores, proporcionando a eles a oportunidade de aprender realizando suas atividades diárias de maneira mais eficaz. Confira outros motivos!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Ferramentas de suporte ao desempenho

Coaching e mentoring apoiam as pessoas na construção e no fortalecimento de suas habilidades

O desenvolvimento profissional requer uma série de esforços que vão desde investimentos em qualificação técnica até desenvolvimento comportamental. Mas o profissional não está sozinho nessa jornada pelo aperfeiçoamento. 

As empresas inteligentes sabem que terão mais sucesso e retorno à medida que investirem em seus talentos. Assim, elas já preveem em sua estratégia de aprendizado e desempenho, o trabalho de duas ferramentas essenciais de suporte: coaching e mentoring. Confira mais detalhes a respeito de como esses métodos auxiliam a construção de uma organização de alta performance!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

O papel do CLO

As atribuições do profissional que trabalha estrategicamente pelo sucesso da empresa por meio da capacitação dos colaboradores

Num futuro não tão distante, o mercado exigirá que as pessoas se desenvolvam numa velocidade bem acima do que hoje achamos natural. Antecipando essa transformação, os líderes de diferentes áreas já buscam desenvolver suas equipes para aproveitar o que há de melhor nos colaboradores e, assim, obter resultados para suas organizações. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning: aprendizagem, resultados e inclusão social

Conheça um pouco da história da cultura da alta performance

Quando uma empresa investe em programas de treinamento, ela trabalha principalmente por um mercado mais capacitado, com profissionais de peso, integração, inclusão social e, claro, melhores resultados. Todos esses fatores (aprendizagem, desempenho, resultados e inclusão) caminham juntos e, no Brasil, desde 1995, passaram a ser pontos de atenção para as instituições.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter