Liderança consciente

O papel do líder na inclusão de pessoas com necessidade especial

Contamos com legislações que garantem às pessoas com deficiência direito à educação, ao transporte, aos serviços públicos e ao trabalho. A Lei de Cotas (8213/1991) é uma delas. Ela impõe às empresas com mais de cem empregados a obrigatoriedade de ter entre dois e cinco por cento de pessoas com deficiência no quadro de colaboradores, conforme o número total de funcionários. 

No entanto, quando uma empresa dedica esforços a projetos de inclusão social, ela abraça um compromisso que vai além do cumprimento de cotas. Ela assume a responsabilidade com a adoção de uma cultura de integração que visa o desenvolvimento da sociedade.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Jovens talentos: iniciativas que valem como experiência profissional

Como começar a busca por um emprego de forma assertiva

Com tanta concorrência, entrar no mercado de trabalho pode ser um pouco complicado para jovens talentos que não possuem alguma experiência. Mas a boa notícia é que muitas empresas estão se abrindo para a oportunidade de agregar ao seu time novos colaboradores que, além de ter “habilidades natas” para lidar com a tecnologia, conseguem adaptar-se facilmente diante de mudanças e trazer inovação ao ambiente e aos negócios, características das novas gerações.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como identificar a melhor estratégia de treinamento para sua empresa

Os aspectos mais importantes para a escolha das soluções de aprendizagem

Uma vez identificada a necessidade ou o objetivo da capacitação, surge uma nova dúvida: como definir a melhor estratégia de treinamento? Na continuação de nosso bate-papo com Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower, tratamos desse tema, além dos fatores decisivos para cada tipo de escolha, das parcerias da área de T&D com outros setores da empresa e da possibilidade de soluções integradas de aprendizado. Confira a entrevista completa!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Marketing pessoal: invista em sua melhor imagem

“Marketing é a atividade humana dirigida para a satisfação de necessidades e desejos através de processos de troca”, acredite ou não, a definição feita pelo papa do Marketing, Philip Kotler, não se aplica apenas a produtos físicos e comercializáveis, mas também à sua imagem

Você provavelmente já ouviu falar em marketing pessoal, tema tão comentado no mercado de trabalho. Mas sabe ao certo como fazer de sua imagem pessoal um atrativo cartão de visitas ao mercado? 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Por que capacitar?

Complementar a educação básica e técnica é apenas um dos objetivos da capacitação, confira quais são os outros na entrevista com Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower

Podemos atribuir o sucesso de uma organização a diversos fatores, mas o mais importante deles é, sem dúvida, o capital humano. São as pessoas que inovam processos e produtos, engajam colegas e parceiros, atendem aos clientes com excelência. Assim, investir em programas de treinamento significa investir em formação para seus colaboradores e, consequentemente, em melhores resultados para a instituição. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Comunique-se

Dicas para você melhorar a comunicação e fazer-se entender

Transmitir uma ideia e ser compreendido parece algo tão simples como somar dois e dois. O problema é que a comunicação não faz parte do campo da lógica. Você pode ter clara uma ideia e “travar” no momento de comunicá-la por nervoso, ansiedade, medo ou, ainda, verbalizá-la de uma forma muito direta (para você) sem que o outro entenda bulhufas.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tendências digitais em RH: palestra de Francisco Antonio Soeltl no RH Conecta

Presidente da MicroPower realiza palestra no evento digital promovido pela ABRH-SP

Como melhorar a produtividade de pessoas e processos a fim de tornar uma empresa mais competitiva? Essa é uma das questões que pode ser solucionada pela gestão integrada das informações, uma das principais tendências digitais em todo o mundo, possível graças aos avanços da tecnologia e dos departamentos de treinamento e desenvolvimento.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A liderança do futuro

Desenvolva suas habilidades para chegar lá

As novas gerações atuam em um ritmo acelerado, mas também de maneira muito criativa com ajuda da tecnologia, que estimula e suporta mudanças constantes seja nos processos, seja nos produtos. Os profissionais reciclam-se assim como as empresas e as formas de trabalho. “Formas de trabalho?”, você pergunta. Sim, já deu uma olhada no escritório hoje? Viu como as cadeiras estão vazias? Nem todos os colaboradores precisam estar presentes (fisicamente) durante as oito horas de trabalho. Alguns estão em clientes, outros viajam boa parte do ano e só retornam à sede da empresa para reuniões pontuais.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como ser considerado um bom empregador

Iniciativas na área de aprendizado e desenvolvimento que ajudam uma empresa a transmitir uma excelente imagem 

Não apenas os jovens talentos, mas também os profissionais maduros buscam cada vez mais conhecer as iniciativas de aprendizado das empresas. O interesse por novos conhecimentos e desenvolvimento de diferentes habilidades pode, inclusive, influenciar a decisão por determinado empregador em detrimento de outros. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Você sabe trabalhar em equipe?

Atuando em parceria, profissionais com diferentes vivências, conhecimentos e personalidades podem contribuir bastante para os bons resultados de uma companhia

Quem se lembra dos trabalhos em grupo realizados no colégio ou na faculdade? Você era do tipo de aluno que abraçava todas as tarefas para fazer sozinho ou ficava encostado só esperando chegar o dia da apresentação para saber qual seria sua fala? Sabia lidar e, principalmente, ter uma boa comunicação com o restante dos colegas? Sofria quando o professor mencionava a palavra “grupo”?

O tempo passa e precisamos transferir nossas habilidades sociais para o ambiente de trabalho. Se não as temos bem desenvolvidas, chegamos à conclusão de que é necessário agir rapidamente, já que no mercado de trabalho não há recuperação. A regra é adaptar-se ou bye-bye.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter