Microlearning: como criar cursos usando vídeos interativos


Muitos nutricionistas dizem: “o correto é comer de 3 em 3 horas ao invés de apenas 3 grandes refeições”.  No cenário da aprendizagem não é diferente. Uma “overdose” de conteúdo pode sobrecarregar os colaboradores em treinamento.

Pessoas são mais propensas a optar por algo que é menos demorado e cumpre suas necessidades de aprendizagem. Profissionais perceberam isso e estão a explorar diferentes formas e formatos de microlearning para alavancar o poder de "menos é mais". Nesse artigo mostraremos como você pode usar vídeos interativos para treinamento em microlearning para o treinamento formal, como uma ferramenta de suporte de desempenho.

O que é microlearning?
O microlearning foca na aprendizagem curta (geralmente 3-5 minutos ou mais curto), e é projetado para atender a um resultado de aprendizagem específica. Ele pode ser usado para oferecer treinamento, com foco em ganho de desempenho.

Normalmente concebidos e entregues em formatos de vídeos e áudio, é uma abordagem que oferece treinamento rápido, disponível em vários dispositivos, inclusive móveis. Todos estes aspectos garantem que o treinamento seja atualizado e acessado de forma rápida.

O microlearning pode ser usado de forma muito eficaz para criar experiências de aprendizagem, lançando assim a "Curva do Esquecimento" para uma "Curva de Retenção".

Vantagens da utilização da abordagem baseada em vídeo interativo
Esta solução é direcionada aos colaboradores que estão sempre se deslocando da empresa, em viagens e dependem de seus dispositivos móveis para as suas necessidades de treinamento. 

Os vídeos são um formato altamente envolvente e de alto impacto. A maioria dos colaboradores da “Geração Y” prefere aprender através de vídeos. No entanto, a passividade do vídeo pode não ser totalmente efetiva.

Este problema pode ser superado pelo formato de vídeo interativo, que transforma a passividade à atividade de aprendizagem. Ele permite que a pessoas em treinamento tenha que interagir com o vídeo, dando aos alunos uma experiência personalizada. Isso garante que todos estejam envolvidos, reduzindo a possibilidade de dispersão e falta de interesse no conteúdo.

A MicroPower desenvolveu duas soluções para o uso de vídeos interativos nos treinamentos. O Video4Performance e MicroPower Media Services. A primeira tem como diferencial a criação de vídeos interativos, com estratégias personalizadas.

Já o MicroPower Media Services foi desenvolvido para o armazenamento e compartilhamento de arquivos. Ele possibilita a gestão e a distribuição de vídeos com streaming adaptativo à velocidade de conexão do usuário e o suporte aos principais protocolos de streaming existentes hoje no mercado, entre eles, RTMP, HTTP Streaming (RTMPT, HDS, HLS e HTML5 – Pseudo Streaming), podendo ser usado para outros fins como lançamento de produtos, distribuição de conteúdos no formato de áudio, bem como o download de documentos genéricos, comunicação corporativa e apresentações, além do treinamento a distância (e-Learning). 
 
Para conhecer um pouco mais do universo de criação de vídeos interativos ou diferentes mídias, acesse o site da MicroPower e entre em contato com nossos especialistas. 
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

3 dicas para o uso de notas visuais no e-Learning

Saiba como estimular o uso de notas visuais entre seus colaboradores

 

Fazer anotações é parte essencial do processo de aprendizado, especialmente, quando ideias e conceitos complexos estão envolvidos. Mas talvez apenas o texto não seja suficiente para esclarecer ideias, muitas vezes, é preciso aproveitar o poder dos “desenhos”.

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Os maiores mitos sobre vídeos na aprendizagem

Não tem certeza sobre o que o mercado diz a respeito dos vídeos no campo da aprendizagem? Então a melhor estratégia é conversar com especialistas no assunto

 

As pessoas têm mais facilidade para assimilar informações por meio de vídeos. O formato cria um ambiente de aprendizagem imersiva ao reunir textos, imagens e sons. Até por isso, as empresas têm investido muito nesse veículo de aprendizagem. Mas muito do que se comenta, especialmente, sobre custos.

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Microlearning: o presente e o futuro dos treinamentos

Workshops extensos e grandes manuais dão espaço a ciclos curtos de formação com pequenas “porções” de conteúdo

 

Como você consome informação: recebe seu jornal diariamente e o destrincha todas as manhãs ou em vários momentos do dia – pelo rádio no trajeto para o escritório, algumas olhadelas durante o dia em blogs e nos principais sites de jornais nacionais e internacionais via smartphone e desktop?

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

3 dicas para criar microlearning

De acordo com o Journal of Applied Psychology, as pílulas de aprendizado fazem com que a transferência do aprendizado teórico para as atividades do dia a dia seja 17% mais eficiente

Um post nas redes sociais, uma notícia que chega ao e-mail, uma rápida lida no jornal do dia, uma conferida naquele fórum sobre conteúdo técnico: é assim que os membros de sua equipe obtêm informações. Tudo chega ao cérebro rapidamente, em curtos períodos de tempo e pequenos fragmentos, as famosas pílulas de conhecimento.
 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Blended Learning: fuja das armadilhas

O que você deve evitar quando trabalha com práticas integradas

No post anterior (3 dicas para implementar soluções integradas de aprendizado), citamos boas práticas para a implementação da arquitetura do aprendizado e desempenho – integração de abordagens eletrônicas e não-eletrônicas que facilita o aprendizado, o apoio no local de trabalho e também melhora o desempenho humano – em uma organização. 

Hoje, vamos falar das ciladas que você deve evitar quando estiver trabalhando com práticas integradas. Confira!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

3 dicas para implementar soluções integradas de aprendizado

Blended Learning – conheça as melhores práticas

O Blended Learning ou aprendizado híbrido é uma forma de aprendizado que mescla ensino a distância e presencial. Ele demonstra ser a melhor solução para as empresas capacitarem seus colaboradores, já que a dependência excessiva de uma estratégia de fornecimento não se mostra efetiva. 

Entre outras vantagens, integrar soluções de aprendizado também possibilita mais flexibilidade para empresas e colaboradores.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Além do e-Learning

Referência no tema, confira as lições de Marc Rosenberg para uma empresa manter o progresso na gestão de aprendizagem e performance

Quais as melhores iniciativas no campo do aprendizado? O que define uma boa estratégia para desenvolvimento do capital humano? Marc Rosenberg, um dos mais respeitados especialistas em gestão do conhecimento e melhoria do desempenho, aponta que para uma empresa fazer algo a mais, não basta simplesmente “aplicar melhor um treinamento” ou “migrar para a próxima grande tecnologia”. É preciso investir em diferentes frentes.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como aprimorar a usabilidade do e-Learning

Duas dicas essenciais para estruturar seus conteúdos de maneira mais acessível

Facilitar a vida do colaborador deve ser uma das prioridades do profissional de treinamento e desenvolvimento. Dessa forma, sua atenção também precisa estar voltada para a criação de um material “user friendly”, simples e prático para ser acessado, mas ao mesmo tempo interessante e motivador.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter