Aprendizado verde

Substituição do impresso pelo online, programas para o uso controlado de veículos, adaptação dos centros de treinamento: confira iniciativas que visam o uso consciente de recursos em treinamentos

Quando você pensa em treinamento também lembra de catálogos de cursos, folhetos de marketing, manuais de treinamento multicoloridos, bloquinhos, canetas, cartões de visita e mais uma centena de panfletos. Pois agora, a partir da leitura deste post, você vai passar a relacionar esse tipo de evento com sustentabilidade. Não entendeu? 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Treinamentos de indução: porque a primeira impressão é a que fica

Uma integração bem planejada pode ser a chance de mostrar aos novos colaboradores que a sua empresa é o melhor lugar estar

O primeiro dia de trabalho em uma empresa funciona como uma pesquisa de campo. Os novos colaboradores atentam-se a tudo: da mobília à forma como as pessoas interagem. E, ao final do expediente, eles já sabem exatamente se irão estruturar a carreira na instituição ou se permanecerão no emprego até encontrar uma nova oportunidade (de preferência, na semana seguinte).

Por isso, as empresas precisam criar uma experiência de integração única, um treinamento de indução capaz de “hipnotizar” os participantes, transmitindo a cultura organizacional e todas as orientações necessárias para o início de suas atividades. É aí que o e-Learning pode ser bastante útil. Confira como!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

O que deve passar longe de sua estratégia de treinamento

Não investir em um programa de aprendizagem que seja contínuo, bem como não alinhar o treinamento e os objetivos do grupo são ações que podem acabar com a efetividade de seu programa de desenvolvimento

Além de ser uma excelente maneira para capacitar o time de colaboradores, o treinamento é uma ferramenta fundamental na construção de conhecimento. No entanto, algumas empresas “perdem o jeito” ao produzir o conteúdo ou até mesmo ao planejar (ou não) a forma como o treinamento será ministrado. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Marketing do aprendizado: as melhores práticas

Iniciativas de sucesso para divulgar cursos e treinamentos para o time de colaboradores

No geral, as áreas de aprendizado investem grande parte de seu orçamento em desenvolvimento e aquisição de cursos, por acreditarem que, dessa forma, os resultados aparecerão naturalmente. Nem passa pela cabeça dos gestores concentrar recursos em estratégias e campanhas de marketing.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

A melhor maneira de integrar trabalho e aprendizado

O treinamento deve ser parte de uma arquitetura de soluções

Em grande parte das empresas, treinamentos são realizados com o intuito ajudar a solucionar possíveis problemas na utilização de sistemas ou então nas rotinas de trabalho dos colaboradores. Por exemplo, se os funcionários têm dificuldades para compreender um manual técnico, cria-se um treinamento para ajudá-los. Mas por que não integrar trabalho e aprendizado de maneira diferente? 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aprendizado sem fronteiras

Os quatro pilares para a implementação bem-sucedida do e-Learning 

No passado, muitos aprendizes eram levados a outros países para que pudessem conhecer outras culturas e passar por novas experiências de aprendizado. Com as inovações tecnológicas e a popularização da internet, surgiram novas oportunidades de integração – o e-Learning é uma delas. 

No entanto, não basta simplesmente exportar ou importar ideias. É preciso considerar o cenário dos participantes do e-Learning, ou seja, aspectos geográficos, legislativos e culturais, tais como costumes, infraestrutura, normas, entre outros, que são essenciais para a adaptação e o desenvolvimento de um treinamento efetivo.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Os mitos do e-Learning

O que ainda habita o “imaginário popular empresarial”

Os mitos existem em qualquer região, qualquer segmento e no e-Learning não poderia ser diferente. Conforme aponta Marc J. Rosenberg em seu livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional, a fama dessa modalidade de treinamento foi em parte alimentada por mitos, o que ainda leva algumas organizações a tomar decisões baseadas na ideia de que será fácil a aplicação do e-Learning ou sua aceitação por parte dos colaboradores. Ingenuidade, segundo o especialista, que pode ser combatida da mesma forma como qualquer tipo de crença ou mito, com informação.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

O impacto das múltiplas inteligências no e-Learning

Estratégias e técnicas específicas podem ser a resposta para o sucesso de seus treinamentos

Você já ouviu falar da Teoria das Inteligências Múltiplas? Formulada pelo psicólogo norte-americano Howard Gardner na década de 1980, essa teoria causou um grande impacto na área educacional. 

De acordo com o estudioso, além das habilidades linguística e lógico-matemática, há outras seis formas de inteligência: espacial (interpretação e reconhecimento de fenômenos que envolvem movimentos e posicionamento de objetos), corporal-cinestésica (grande capacidade de utilizar o corpo para se expressar ou em atividades artísticas e esportivas); interpessoal (representada pela capacidade de compreensão dos sentimentos do outro); intrapessoal (expressa pelo autoconhecimento); naturalística (voltada para a análise e compreensão dos fenômenos da natureza) e musical. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Regras de ouro das redes sociais para profissionais de e-Learning

Não basta criar uma série de perfis para marcar presença na rede, é preciso oferecer valor 

Independentemente se você trabalha em uma divisão de treinamento ou no setor de recursos humanos, se o seu interesse é melhorar a performance do time de colaboradores, já deve ter percebido a necessidade de mergulhar nas redes sociais. 

Além de gerar material de pesquisa e ideias de projetos para novos cursos, principalmente em formato e-Learning, essas plataformas podem ser um excelente termômetro tanto para medir o impacto de seus treinamentos (se estão sendo assertivos e já geram resultados para a organização) quanto para examinar sua reputação como marca no mercado, entre funcionários, clientes e outros seguidores.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter