Como potencializar o treinamento com video based learning

Particularidades dos vídeos que deixam o e-Learning muito mais eficaz e convidativo

Talvez pela facilidade para a compreensão da informação que esse tipo de mídia proporciona à audiência ou pelo formato menos cansativo e mais envolvente da combinação de imagem, som, roteiro e outros efeitos, o consumo mundial de vídeos tem aumentado com muita velocidade.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Soluções em vídeo para impulsionar treinamentos

Razões pelas quais sua empresa só tem a ganhar ao investir em vídeos

Você sabe por que deve começar a utilizar vídeos para fazer os treinamentos de sua empresa? Um dos motivos é a aderência das pessoas a esse formato de mídia. Segundo pesquisa da empresa Cisco, somente no ano passado, o consumo mundial de vídeos representou 80% de todo o tráfego de consumo de internet, acima dos 64% em 2014. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Como fica sua estratégia de treinamento em tempos de transformação digital?

É preciso investir em tecnologia para desenvolver pessoas

Apenas 25% das organizações encaram a transformação digital de forma proativa, é o que aponta o Centro Global para a Transformação Digital dos Negócios (DBT Center, Global Center for Digital Business Transformation), uma iniciativa conjunta da Cisco e do International Institute of Management Development (IMD) de Lausanne, na Suíça.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tendências: conteúdo para o LMS moderno

O conteúdo é um dos elementos determinantes para o sucesso de um treinamento 

Desde 1997, quando o termo e-Learning surgiu a partir de uma pesquisa de Elliott Masie, o aprendizado eletrônico evoluiu de forma muito rápida e multiplicadora, passando do autoe-Learning para o e-Learning presencial, aprendizado híbrido, aprendizado da web 2.0, aprendizado social (redes sociais, comunidades e mundos virtuais), móvel (e-Books, aplicativos e microblogs) até chegar ao Blended (híbrido) – combinação entre diferentes modalidades de aprendizagem e, claro, tecnologias. 

Mas como andam os conteúdos do e-Learning após 18 anos? O que está sendo feito pelo mercado no que diz respeito a conteúdo para LMS? Acompanhe duas tendências fortes que foram confirmadas em 2015 e que prevalecerão em 2016!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Três dicas de como usar vídeos em seus treinamentos

Treinamentos realizados por meio de vídeos, tendência entre as organizações 

Com smartphones e tablets cada vez mais acessíveis, telas de altas resoluções, mais velocidade e conectividade, o consumo de vídeo continua a crescer. Essa tendência também já é percebida no e-Learning por motivos óbvios: os vídeos possibilitam maior interação, ajudam no processo de retenção do conhecimento, reduzem o tempo de aprendizado e demonstram processos complicados de maneira direta.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

As melhores estratégias para detalhar processos complicados em treinamentos online

Fluxogramas, ilustrações, vídeos: confira como explicar processos e conceitos complexos no e-Learning

Procedimentos são ações orientadas por um passo a passo, por instruções. No ambiente profissional, frequentemente, realizamos procedimentos para aprimorar o trabalho, mitigar problemas e criar novos projetos e soluções.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Vídeos interativos

Além de conteúdo específico, voltado às necessidades de seus colaboradores, a qualidade e os recursos do player de vídeo influenciam o desenvolvimento de um bom material

O uso de vídeo em e-Learning passou a ter um papel importante na forma do colaborador aprender e reter informações. Estudos demonstram que a aprendizagem com o auxílio do vídeo aumenta a taxa de retenção. Mas o que torna um vídeo interessante em e-Learning? Esse é um dos grandes desafios de desenvolvedores e empresas. Afinal, não é porque está em formato vídeo e online que um curso se tornará automaticamente dinâmico, interativo e engajador.
 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

4 motivos para se usar vídeos em treinamento


O uso de vídeo no e-Learning muitas vezes pode ter um papel importante na forma de aprender e reter informações. Estudos têm demonstrado que a aprendizagem com o auxílio do vídeo aumenta a taxa de retenção.

Como saber a hora certa de usar o vídeo para o seu treinamento? Aqui estão quatro motivos para explorar esse recurso:




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
MicroPower | Por que capacitar?

Por que capacitar?

Complementar a educação básica e técnica é apenas um dos objetivos da capacitação, confira quais são os outros na entrevista com Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower

Podemos atribuir o sucesso de uma organização a diversos fatores, mas o mais importante deles é, sem dúvida, o capital humano. São as pessoas que inovam processos e produtos, engajam colegas e parceiros, atendem aos clientes com excelência. Assim, investir em programas de treinamento significa investir em formação para seus colaboradores e, consequentemente, em melhores resultados para a instituição. 

A preparação profissional fortalece uma marca, firma seus objetivos e esclarece seus valores. Conversamos com Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower, para tratar do tema “Por que capacitar?”. Confira a entrevista!


A pesquisa Questões Críticas na Gestão do Capital Humano – Ações e Intervenções – Edição 2 – 2015, mencionada por Augusto Gaspar, é resultado de um estudo realizado durante maio de 2015 pela equipe de Equipe de Pesquisas da MicroPower, com objetivo de complementar as informações obtidas na pesquisa Questões Críticas na Gestão de Capital Humano – 2015. O e-Book encontra-se disponível na Biblioteca Learning & Performance Brasil. Para acessar o material, clique aqui.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading