Não basta implementar, é preciso aprimorar o e-Learning

Para ampliar a adoção do e-Learning, aumente sua utilidade

O sucesso de um projeto de e-Learning depende de uma análise rigorosa da empresa e de seus objetivos, bem como do perfil de seus colaboradores. Além disso, são necessários investimentos e ações para desenvolver uma cultura de aprendizado e aumentar a utilidade da ferramenta, demonstrando as vantagens da aplicação no dia a dia do negócio. Nesse processo, alguns elementos são essenciais. Confira quais são eles!

Inovação na metodologia: além de estar atento para oferecer o conteúdo que seu colaborador realmente precisa, é importante contar com variedade, ou seja, metodologia híbrida e com maior interatividade para estimular trocas entre os participantes. Pense em aprimorar e utilizar o e-Learning, sem deixar de lado a sala de aula – mesclando conteúdos em áudio, animações, indicação de sites, links e livros, apresentações em eventos organizados por áreas, dinâmicas, simulações, jogos de tabuleiro, games online, entre outras soluções.

Apoio ao colaborador: ofereça suporte técnico, ferramentas e boa conexão de internet para garantir que seus colaboradores não tenham problemas ao acessar os treinamentos. Invista também no aprimoramento de navegação, de maneira que ela torne a experiência de aprendizado mais natural, fluida e prazerosa. Isso porque qualquer impossibilidade ou bloqueio pode fazer com que eles percam o interesse pelos treinamentos. Vale lembrar que facilitar o acesso à plataforma de e-Learning, a partir de materiais que possam ser acessados online ou off-line, incentivará ainda mais a participação e o engajamento de seu pessoal.

Divulgação do e-Learning: faça uma comunicação direcionada para que seu colaborador saiba exatamente quais são os cursos que mais têm a ver com seu perfil. Além disso, mantenha canais de comunicação como blogs, e-mails marketing, murais, boletins informativos para estimular os acessos realizados pela universidade corporativa e para promover seu programa de e-Learning. Mas atenção: não sobrecarregue todas as pessoas com mensagens sobre novos programas de aprendizagem que podem não ser indicados a elas. Adote estratégias personalizadas de marketing para emitir alertas de aprendizado específicos com base no perfil de cada colaborador (de acordo com seus interesses e necessidades).

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading