Seu e-Learning está nas redes?

Aprimorando a presença social, é possível conquistar mais seguidores para seus treinamentos

A presença social estimula toda a experiência de e-Learning, aumenta as interações entre aprendizes e instrutores e também melhora o relacionamento entre os alunos participantes. 

Graças ao crescente número de usuários de redes como Twitter, Facebook, Instagram, Google+, LinkedIn, Snapchat, percebemos que tornar os usuários “mais sociais” atrai seguidores e ainda aumenta muito as chances de multiplicação de informações (por compartilhamento).

De maneira semelhante, os profissionais de treinamento e desenvolvimento já identificaram que para o e-Learning continuar crescendo e conquistando novos colaboradores, de forma semelhante às redes sociais, é preciso tornar esses participantes mais “sociáveis" por meio de ferramentas e sistemas de aprendizagem robustos, que garantam suporte a esses usuários e sejam de fácil utilização.

É preciso melhorar a experiência de aprendizado do aluno. Selecionamos algumas ideias que o ajudarão a atingir esse objetivo. Confira!

#1 Encoraje os colaboradores a compartilharem suas impressões, dificuldades, conquistas e ideias 
Ao falar sobre suas impressões, os participantes irão encontrar pontos de vista semelhantes, outros completamente diferentes e aprenderão muito com isso. Surgirão top trends, o que só ajudará a popularizar o conhecimento e, consequentemente, seus treinamentos. 

#2 Utilize vídeos para dar feedback
Feedbacks visuais permitem aos instrutores serem mais efetivos, já que assim conseguem transmitir as informações com emoção e de maneira mais casual (como se fosse em uma conversa cara a cara com o colaborador), o que irá aproximá-lo do participante. Não deixe de pedir que os colaboradores também gravem seus próprios vídeos de feedback para tratar de temas como: conceitos, atividades e suporte tecnológico.

#3 Incorpore perfis e imagens
Os colaboradores irão gostar de saber mais informações sobre os colegas participantes dos cursos (em que área atuam, o que gostam de fazer aos finais de semana, se têm bichos de estimação, se praticam algum esporte). Isso os conectará ainda mais! As informações pessoais ajudam até mesmo a “quebrar o gelo” no início dos treinamentos, quando geralmente todos estão um pouco mais travados. 

#4 Deixe frequentemente mensagens engajadoras aos participantes
Instrutores de e-Learning devem encorajar seus colaboradores a investirem em sua presença virtual, ou seja, participarem mais ativamente com comentários, postagem de vídeos, áudios e fotografias, indicações de links, entre outras ações. Esse tipo de ação estimula o respeito mútuo entre os participantes e aproxima os envolvidos nos treinamentos.

Referência: eLearning Industry Blog
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading