Além do e-Learning

Referência no tema, confira as lições de Marc Rosenberg para uma empresa manter o progresso na gestão de aprendizagem e performance

Quais as melhores iniciativas no campo do aprendizado? O que define uma boa estratégia para desenvolvimento do capital humano? Marc Rosenberg, um dos mais respeitados especialistas em gestão do conhecimento e melhoria do desempenho, aponta que para uma empresa fazer algo a mais, não basta simplesmente “aplicar melhor um treinamento” ou “migrar para a próxima grande tecnologia”. É preciso investir em diferentes frentes.

Em sua obra “Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional”, Rosenberg expõe que no processo de aprimoramento de suas estratégias de gestão do aprendizado e do desempenho, as empresas consolidam três tendências importantes:

#1 As soluções de aprendizado estão se expandindo para abarcar a perspectiva maior de melhoria de desempenho. 

#2 Há muitos meios de melhorar o desempenho que são relativos não ao aprendizado, mas preferencialmente ao ambiente em que se dá ao desempenho.

#3 A liderança e a cultura desempenham um papel importante para o estímulo e a sustentação de uma empresa inteligente.
Marc Rosenberg

O caminho pode ser um tanto quanto delicado por conta dos inúmeros desafios que poderão surgir. O especialista menciona alguns deles:

  • Manter uma transição de alta qualidade partindo de um momento no qual o ensino presencial predomina até o momento em que os cursos online tenham ocupado o seu espaço.
  • Passar a ser uma operação muito mais flexível e em tempo real.
  • Equilibrar o aprendizado formal com o informal.
  • Colaborar com outros departamentos, especialmente com a TI, o que irá exigir extremo esforço, construção de relacionamentos e confiança.
  • Tornar as decisões de aprendizado e de desempenho funcionais e estratégicas, no contexto de decisões de negócios de nível mais alto tomadas todos os dias.
  • Dividir a responsabilidade pelo aprendizado e desempenho com todos na empresa.

Em meio aos percalços, grandes oportunidades também aparecerão, gerando mais impacto e valor. E como regra geral, é imprescindível ficar de olho nessas chances e nos sinais dos colaboradores – estes, sua principal fonte de atenção e também o melhor termômetro para a qualidade dos treinamentos. “Defina o papel que você deseja desempenhar, estabeleça o seu rumo e comece a transformar desafios em oportunidades”, conclui Rosenberg.


Referência: Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional, de Marc J. Rosenberg.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading