Acessibilidade Web: uma janela para o mundo


Em um mundo dos sonhos, todas as pessoas teriam acesso à aprendizagem, mas a realidade não é bem essa. A educação é um direito humano fundamental - e garantir a igualdade de acesso à aprendizagem on-line para todos, das pessoas com deficiência, é um grande desafio.

Fazer um treinamento e-Learning acessível significa que todos os alunos e colaboradores- incluindo pessoas com deficiência- podem completar o mesmo curso e executar as mesmas funções, garantindo que o conteúdo é utilizado de forma ampla e eficaz. Fotografias, ilustrações e infográficos podem melhorar significativamente o conteúdo e ajudar positivamente durante a aprendizagem. 

Mas as informações contidas nestas imagens, nem sempre são acessíveis a todos os usuários. É necessário fornecer uma alternativa textual ou mesmo uma descri��ão. As tecnologias de apoio, como leitores de tela, ajudam os alunos a acessar o conteúdo, por isso é importante que os cursos sejam compatíveis com essas ferramentas.

Você sabe o que é um leitor de tela?

Os leitores de tela são softwares que capturam informações apresentadas na forma de texto e imagens e as transformam em uma resposta falada. A navegação é realizada por meio de um teclado comum e o som é emitido através da placa de som presente no computador.  Desta maneira, o usuário pode ouvir tudo que está sendo mostrado, conforme navega pelo sistema e/ou utiliza os comandos do programa. O Virtual Vision se enquadra nesta definição. Sabe como?

O Virtual Vision foi desenvolvido para dar autonomia às pessoas com deficiência visual ao usar o Windows e seus programas. O software lê todas as informações que são apresentadas em textos, planilhas, e-mails, menus do programa e da Internet, verbalizando estes textos em tempo real. Nenhuma adaptação especial é necessária para que o programa funcione. 

Virtual Vision em números

Desde 1998 a MicroPower mantém alianças com mais de 100 organizações sem fins lucrativos que usam o Virtual Vision sem custos de licenciamento em esforço para estabelecer um "Programa de Capacitação e Empregabilidade", ensinando pessoas com deficiência visual a usarem o Windows, Office e Internet Explorer, preparando-as para o mercado de trabalho. Atualmente, com estas alianças, passaram por essa capacitação, pelo menos, 25.000 pessoas com deficiência visual e cerca de 10% delas (aproximadamente 2.000 pessoas) encontram-se empregadas no mercado de trabalho. 

A MicroPower conta com uma equipe altamente qualificada, incluindo colaboradores com deficiência visual, que conhecem as reais necessidades dos usuários para a realização desse serviço; treinamentos in company e projetos online de capacitação e empregabilidade de pessoas com deficiência visual.

Na dúvida de como utilizar nossa ferramenta? Disponibilizamos gratuitamente um curso online, por meio de vídeo-aulas, que podem ser acessadas de qualquer dispositivo. Dividido em oito módulos, o curso mostra as principais funcionalidades e comandos, mostrando de forma simples e dinâmica como aproveitar ao máximo o Virtual Vision. Acesse e confira. 

É importante lembrar, que fornecer tecnologias de apoio e um leitor de tela para esses alunos e laboratórios de escolas públicas, responsáveis pela educação primária e secundária, não só era necessário, mas obrigatório pela Lei Brasileira de Inclusão de Pessoas com Deficiência, assinada 6 de julho de 2015 pelo Governo Federal (LEI Nº 13,146, DE 6 DE JULHO DE 2015). A lei promove mudanças significativas em diversos campos (educação, saúde, mobilidade, trabalho, moradia e cultura) e o acesso à informação e à comunicação é um de seus grandes progressos. Agora, todos os sites devem estar acessíveis:

"Art. 63. É obrigatória a acessibilidade nos sítios da internet mantidos por empresas com sede ou representação comercial no País ou por órgãos de governo, para uso da pessoa com deficiência, garantindo-lhe acesso às informações disponíveis, conforme as melhores práticas e diretrizes de acessibilidade adotadas internacionalmente."

Para saber mais informações sobre a solução, entre em contato com nossos especialistas. 


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading