Ferramentas de suporte ao desempenho

Coaching e mentoring apoiam as pessoas na construção e no fortalecimento de suas habilidades

O desenvolvimento profissional requer uma série de esforços que vão desde investimentos em qualificação técnica até desenvolvimento comportamental. Mas o profissional não está sozinho nessa jornada pelo aperfeiçoamento. 

As empresas inteligentes sabem que terão mais sucesso e retorno à medida que investirem em seus talentos. Assim, elas já preveem em sua estratégia de aprendizado e desempenho, o trabalho de duas ferramentas essenciais de suporte: coaching e mentoring. Confira mais detalhes a respeito de como esses métodos auxiliam a construção de uma organização de alta performance!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

O papel do CLO

As atribuições do profissional que trabalha estrategicamente pelo sucesso da empresa por meio da capacitação dos colaboradores

Num futuro não tão distante, o mercado exigirá que as pessoas se desenvolvam numa velocidade bem acima do que hoje achamos natural. Antecipando essa transformação, os líderes de diferentes áreas já buscam desenvolver suas equipes para aproveitar o que há de melhor nos colaboradores e, assim, obter resultados para suas organizações. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

As vantagens dos cursos feitos sob medida

Conteúdos desenvolvidos de acordo com objetivos específicos de aprendizado

Cursos customizados ou desenvolvidos sob medida, como o próprio nome sugere, são criados de acordo com os objetivos de aprendizado específicos de uma organização. Esse tipo de curso passa longe de ser “adaptado”. Pelo contrário, é produzido a partir das necessidades dos colaboradores, conforme as metas de performance da empresa.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Francisco Antonio Soeltl participa do Fórum Universidades Corporativas 2015

Presidente e CEO da MicroPower realiza palestra em evento promovido pela Revista T&D Inteligência Corporativa

Com a palestra Universidade Corporativa Ampliada: uma solução para integrar os subsistemas de gestão de pessoas com educação corporativa, Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower e do Instituto Learning & Performance Brasil, participa no próximo dia 6 de agosto, do Fórum Universidades Corporativas 2015, organizado pela Revista T&D Inteligência Corporativa.

Por meio de palestras e apresentação de cases, o evento pretende demonstrar como práticas e metodologias inteligentes podem contribuir positivamente com os processos de aprendizagem apoiada por tecnologia. Realizado no Centro de Convenções Milenium, no bairro da Vila Mariana, São Paulo, o fórum se propõe a promover a troca de experiências entre as empresas interessadas em aprimorar ou desenvolver programas de educação à distância.

Entre os participantes estarão executivos das áreas de Recursos Humanos, Educação Corporativa, TI e especialistas que buscam novas alternativas baseadas em tecnologia como resposta aos desafios atuais da educação corporativa.

Para saber mais a respeito do Fórum Universidades Corporativas 2015 e ter acesso à programação completa, acesse o site do evento.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Aspectos importantes em uma avaliação de e-Learning – parte 2

Como a área de T&D pode criar avaliações interessantes, que consigam resultar em bons feedbacks para a melhoria dos cursos

Dando sequência ao conteúdo sobre os pontos que merecem mais atenção quando o assunto é avaliação de e-Learning, confira novas categorias selecionadas!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Como tornar o e-Learning colaborativo

Atitudes simples e criativas que irão estimular a participação dos colaboradores em seus cursos 

É impossível fazer com que seus colaboradores fiquem entusiasmados com um conteúdo que consideram irrelevante ou que esteja muito além de suas habilidades. Mas além da preocupação com a qualidade daquilo que será ensinado, é preciso estar atento à maneira de ensinar, ou seja, às atividades propostas – determinantes para que haja envolvimento e colaboração por parte de todos.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Aspectos importantes em uma avaliação de e-Learning

Como a área de T&D pode criar avaliações interessantes, que consigam resultar em bons feedbacks para a melhoria dos cursos

A avaliação de um curso e-Learning é fundamental para que a área de treinamento e desenvolvimento consiga transmitir conhecimento de maneira mais efetiva aos colaboradores, aprimorando, assim, a experiência de aprendizado. Mas como fazer essa avaliação?



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Como usar métodos básicos de aprendizagem no e-Learning

Aproveite os métodos básicos de aprendizagem, aqueles da época de infância, para melhorar a experiência de aprendizado de seus colaboradores

Há diversos artigos que demonstram como o aprendizado adulto é diferente do infantil. No entanto, ainda é possível aproveitar um pouco de métodos mais básicos (aqueles da época de escola) para agregar valor aos cursos em formato e-Learning para adultos. Confira quais são eles!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: aprendizagem, resultados e inclusão social

Conheça um pouco da história da cultura da alta performance

Quando uma empresa investe em programas de treinamento, ela trabalha principalmente por um mercado mais capacitado, com profissionais de peso, integração, inclusão social e, claro, melhores resultados. Todos esses fatores (aprendizagem, desempenho, resultados e inclusão) caminham juntos e, no Brasil, desde 1995, passaram a ser pontos de atenção para as instituições.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

O intercâmbio ideal para você

Estudo em dois meses, estudo em seis meses, trabalho social e estudo em um ano: 
qual é a modalidade de intercâmbio mais indicada para a sua necessidade?

O intercâmbio é considerado como uma das experiências mais efetivas de aprendizado. Ao viajar para outro país, o indivíduo pode mergulhar na cultura local, o que o ajuda não somente a aprender o idioma com mais facilidade (já que em todos os momentos e com todas as pessoas precisará utilizar o idioma local), mas também a desenvolver competências comportamentais, como o poder de adaptação, que dificilmente exercitaria se estivesse em sua zona de conforto.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+