Como criar um e-Learning realmente engajador

Ideias simples e efetivas de como elaborar cursos online mais interessantes aos olhos da audiência

Pense em todas as possibilidades que temos para buscar informações: áudios e vídeos disponibilizados online, livros, apostilas, contato com profissionais mais experientes, professores, fóruns e comunidades virtuais, entre tantos outros meios. 

Diante desse contexto, o profissional responsável pela estratégia de aprendizado de uma organização precisa pensar em novas soluções – cursos que fisguem a atenção da audiência e agreguem valor para esses colaboradores, de maneira que eles mantenham o foco nos conteúdos e realmente compreendam a mensagem que precisa ser transmitida.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Como estimular a memória de longo prazo com e-Learning

Estratégias para a fixação de conteúdos de cursos em formato e-Learning

Há registros que ficam guardados em nosso cérebro desde a infância. Momentos importantes, conceitos estudados em aulas interessantes, letras de músicas que marcaram nossa história. O cérebro funciona como um grande arquivo de informações. Nele, há 86 milhões de neurônios, que ficam responsáveis por captar, transmitir, armazenar e resgatar dados. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Vídeos interativos

Além de conteúdo específico, voltado às necessidades de seus colaboradores, a qualidade e os recursos do player de vídeo influenciam o desenvolvimento de um bom material

O uso de vídeo em e-Learning passou a ter um papel importante na forma do colaborador aprender e reter informações. Estudos demonstram que a aprendizagem com o auxílio do vídeo aumenta a taxa de retenção. Mas o que torna um vídeo interessante em e-Learning? Esse é um dos grandes desafios de desenvolvedores e empresas. Afinal, não é porque está em formato vídeo e online que um curso se tornará automaticamente dinâmico, interativo e engajador.
 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Destaque seu conteúdo

Estratégias da área de marketing, as funções “‘call to action” podem ser aplicadas em cursos online

Quando o assunto é treinamento em e-Learning, os gestores do aprendizado precisam desdobrar-se para envolver os participantes e proporcionar a eles uma experiência empolgante e efetiva. Nesse processo de inovação e busca por engajamento, alguns conceitos da área de marketing acabaram ganhando destaque no campo do ensino.

O CTA (call to action) ou “chamada à ação” é um ótimo exemplo a ser citado. Ao navegar pela internet, frequentemente observamos e clicamos em links ou funções de uma página que nos levam a realizar ações, seja comprar, obter mais informações, preencher cadastros. Esse recurso que, aparentemente, tem aplicação apenas comercial também pode ser utilizado em conteúdos no formato e-Learning. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+