Quando o e-Learning está integrado à estratégia do negócio

A diferença do e-Learning em uma empresa tradicional e em uma empresa inteligente


Já tratamos do tema Empresas Inteligentes em posts anteriores e citamos que o que determina essa característica é a capacidade de adaptação da empresa às variações do mercado, sua velocidade de reação, além de seu ambiente próspero para o desenvolvimento de uma cultura de aprendizado.


Em uma empresa inteligente, o aprendizado é conduzido de uma maneira diferente. O e-Learning, por exemplo, é integrado aos processos e atividades do negócio. “Isso significa que a consideração das questões de aprendizado e de desempenho ocorre muito mais cedo no desenvolvimento de novos sistemas, ferramentas ou processos de trabalho”, explica Marc Rosenberg no livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional.


Leia mais...




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: aprendizagem, resultados e inclusão social

Conheça um pouco da história da cultura da alta performance

Quando uma empresa investe em programas de treinamento, ela trabalha principalmente por um mercado mais capacitado, com profissionais de peso, integração, inclusão social e, claro, melhores resultados. Todos esses fatores (aprendizagem, desempenho, resultados e inclusão) caminham juntos e, no Brasil, desde 1995, passaram a ser pontos de atenção para as instituições.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Treinamentos de indução: porque a primeira impressão é a que fica

Uma integração bem planejada pode ser a chance de mostrar aos novos colaboradores que a sua empresa é o melhor lugar estar

O primeiro dia de trabalho em uma empresa funciona como uma pesquisa de campo. Os novos colaboradores atentam-se a tudo: da mobília à forma como as pessoas interagem. E, ao final do expediente, eles já sabem exatamente se irão estruturar a carreira na instituição ou se permanecerão no emprego até encontrar uma nova oportunidade (de preferência, na semana seguinte).

Por isso, as empresas precisam criar uma experiência de integração única, um treinamento de indução capaz de “hipnotizar” os participantes, transmitindo a cultura organizacional e todas as orientações necessárias para o início de suas atividades. É aí que o e-Learning pode ser bastante útil. Confira como!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

A melhor maneira de integrar trabalho e aprendizado

O treinamento deve ser parte de uma arquitetura de soluções

Em grande parte das empresas, treinamentos são realizados com o intuito ajudar a solucionar possíveis problemas na utilização de sistemas ou então nas rotinas de trabalho dos colaboradores. Por exemplo, se os funcionários têm dificuldades para compreender um manual técnico, cria-se um treinamento para ajudá-los. Mas por que não integrar trabalho e aprendizado de maneira diferente? 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+