Podcast: uma solução educacional prática e eficaz para sua equipe

A principal vantagem do podcast é sua flexibilidade: o formato permite que o ouvinte acompanhe o conteúdo enquanto se locomove ou realiza outras atividades

Com origem em meados dos anos 2000, os podcasts – junção de “iPod” com “broadcast” (transmissão, em inglês) – sempre fizeram parte da vida digital. Populares nos Estados Unidos, eles foram chegando de mansinho no Brasil até conquistarem grande espaço com a popularização dos smartphones. Conforme dado fornecido pela consultoria GfK ao blog Link, do Estadão, 111 milhões de aparelhos foram vendidos no país entre janeiro de 2013 e outubro de 2015.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Quando o e-Learning está integrado à estratégia do negócio

A diferença do e-Learning em uma empresa tradicional e em uma empresa inteligente


Já tratamos do tema Empresas Inteligentes em posts anteriores e citamos que o que determina essa característica é a capacidade de adaptação da empresa às variações do mercado, sua velocidade de reação, além de seu ambiente próspero para o desenvolvimento de uma cultura de aprendizado.


Em uma empresa inteligente, o aprendizado é conduzido de uma maneira diferente. O e-Learning, por exemplo, é integrado aos processos e atividades do negócio. “Isso significa que a consideração das questões de aprendizado e de desempenho ocorre muito mais cedo no desenvolvimento de novos sistemas, ferramentas ou processos de trabalho”, explica Marc Rosenberg no livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional.


Leia mais...




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Você sabe trabalhar em equipe?

Atuando em parceria, profissionais com diferentes vivências, conhecimentos e personalidades podem contribuir bastante para os bons resultados de uma companhia

Quem se lembra dos trabalhos em grupo realizados no colégio ou na faculdade? Você era do tipo de aluno que abraçava todas as tarefas para fazer sozinho ou ficava encostado só esperando chegar o dia da apresentação para saber qual seria sua fala? Sabia lidar e, principalmente, ter uma boa comunicação com o restante dos colegas? Sofria quando o professor mencionava a palavra “grupo”?

O tempo passa e precisamos transferir nossas habilidades sociais para o ambiente de trabalho. Se não as temos bem desenvolvidas, chegamos à conclusão de que é necessário agir rapidamente, já que no mercado de trabalho não há recuperação. A regra é adaptar-se ou bye-bye.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Empresas inteligentes

Um bom desempenho não depende somente de seus talentos

A pergunta a seguir pode parecer estranha, mas você sabe dizer se sua empresa é inteligente? Sabemos que há pessoas inteligentes dentro das organizações atuando em diferentes áreas e posições. De cientistas a vendedores, tais profissionais que acumulam anos de experiência prática e estudo. Mas ter funcionários brilhantes não é garantia de inteligência empresarial ou de um bom desempenho.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+