A estrutura do mobile learning

Informação passada de pouquinho em pouquinho (por pílulas), de forma assertiva e com baixo custo: o que sua empresa está esperando para investir nessa estratégia?

Aumento no número de dispositivos móveis, facilidade de acesso às informações, falta de tempo e, claro, orçamentos reduzidos para treinamento: esses são fatores que, definitivamente, estão mudando muito a maneira de conceber, desenvolver e entregar o e-Learning



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

As vantagens do mobile learning para o setor financeiro

Soluções de m-Learning podem realmente beneficiar o setor

Os dispositivos móveis já fazem parte dos “instrumentos de trabalho” de profissionais do dinâmico setor financeiro – bancos, seguradoras, empresas de cartão de crédito, entre outras instituições. Mas além do acesso a informações fresquinhas sobre mercado e catálogo de produtos, smartphones e tablets têm se revelado bastante úteis no quesito aprendizagem.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Aposte em mobile learning como receita de produtividade

Tem como meta a alta performance, então invista em mobile learning

Melhorar a performance organizacional não é tarefa simples e depende de uma série de fatores, como mercado, clientes, qualidade em produtos e/ou serviços, colaboradores, entre outros. Mas mesmo não havendo uma receita certeira, é possível investir em algumas estratégias que favorecerão o andamento dos negócios e a caminhada em direção às tão almejadas: produtividade e alta performance.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Mobile Learning: informação transmitida de maneira rápida

Cada vez mais populares, os dispositivos móveis são ideais para a distribuição rápida de conteúdo 

É difícil imaginar a vida sem as facilidades tecnológicas que contamos hoje. Basta ficar sem bateria no celular ou até esquecê-lo em casa e pronto! Vem aquela sensação de que falta algo, de que alguém importante pode tentar contato e não conseguir falar ou de que estamos off para o mundo – sem acesso a notícias e outras facilidades como aplicativos com lembretes de programação, notas, endereços e telefones importantes.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

O mobile learning já faz parte do aprendizado de agora e do futuro

A possibilidade de acesso às informações de forma simples, em qualquer lugar e qualquer momento, expande ainda mais a oportunidade de aprendizagem

Graças à internet e às novas tecnologias, vivenciamos hoje um aprendizado multiplicador e sem fronteiras. O que antes estava restrito a um pequeno público, agora pode ser compartilhado e criado por quem faz parte do processo – o colaborador. 

A tecnologia móvel está mudando a maneira como vivemos e aprendemos. De acordo com a Unesco, há mais de 6 bilhões de pessoas com acesso a um dispositivo móvel conectado e, para cada pessoa que acessa a internet a partir de um computador, duas pessoas acessam por dispositivos móveis.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

A diferença entre e-Learning e Mobile Learning

Conheça as características dos dois formatos e delimite a estratégia de aprendizagem de sua organização

Há tempos o aprendizado conquistou mobilidade, deixando de ficar entre as paredes da sala de aula para ganhar ruas, parques e avenidas. Brincadeiras à parte, hoje é possível aprender usando dispositivos móveis em qualquer lugar e horário, o que resulta em:

  • Flexibilidade para usuário e empresa;
  • Mais economia para o negócio, poupado de gastos com viagens e estrutura para treinamentos;
  • Produtividade no trabalho através de interações on the job;
  • Maior número de colaboradores treinados ao mesmo tempo.


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Treinamento a distância até pelo celular: sim, é possível!

Mobile learning: poupe verba e atinja mais pessoas

O mundo dos negócios tem passado por inúmeras mudanças nos últimos anos, não só com relação ao aumento da concorrência ou à evolução de produtos e serviços. As formas de treinamento também estão diferentes. As empresas inteligentes estão cada vez mais envolvidas com a capacitação de seus talentos e, graças aos avanços tecnológicos, esse processo está bem mais simples.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Os componentes de uma estratégia de aprendizado de sucesso

Integrar o aprendizado ao negócio é apenas um dos componentes importantes para o sucesso de uma estratégia de aprendizado 

Para garantir a alta performance, uma das mais importantes ações de uma organização é cuidar do desenvolvimento de seus talentos. O aprendizado em uma empresa inteligente é integrado aos seus processos e atividades. Dessa forma, segundo Mark Rosenberg, “a consideração das questões de aprendizado e desempenho ocorre muito mais cedo no desenvolvimento de novos sistemas, ferramentas ou processos de trabalho”, o especialista explica em seu livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Apresentações online: ideias criativas para profissionais de e-Learning

Para engajar os colaboradores é preciso ter criatividade e boas pitadas de efeitos visuais e sonoros

Ao fazer uma apresentação presencial é possível chamar a atenção para a cor da gravata de alguém na plateia, contar histórias, cantar, propor participações improvisadas e diferentes dinâmicas. Mas quando o assunto é apresentação online, são necessárias estratégias criativas para tornar seu conteúdo interessante e dinâmico aos olhos da audiência.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Desenvolvendo projetos de e-Learning com design responsivo

Responsividade: otimizando o acesso ao material, os instrutores de treinamento conseguem mais adesão da audiência e, ainda, facilitam o acompanhamento e a retenção do conteúdo

Você já observou certa diferença na apresentação de um conteúdo quando acessado de um computador tradicional e um smartphone, como se o material aparecesse de forma reorganizada na tela de cada um deles, para facilitar a leitura e até a interação? De maneira simplificada, isso é design responsivo, técnica de criar páginas para web que se adaptem a diferentes soluções, telas, dispositivos (sem precisar criar páginas específicas para cada situação). 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+