Solução Educacional: o que é preciso para chegar lá?

Muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão

Apesar de diversas empresas terem evoluído e amadurecido seu processo de LNT, muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão. Geralmente o formato é definido de acordo com a urgência, "modinha" do momento ou até mesmo gosto pessoal de quem demanda. No entanto, para chegar à melhor decisão e fazer um investimento assertivo é preciso levar em consideração uma série de informações. Confira algumas delas!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: entenda o que você está fazendo de errado

Aprenda com todas as experiências e fique de olho no que pode ser aprimorado para a criação de seu próximo projeto

O desenvolvimento do primeiro curso em formato e-Learning ninguém esquece. Não se sabe ao certo por onde começar, que tipo de informação levantar. À medida que criamos novos materiais, tudo fica mais simples. Sabemos o que emplaca, a melhor linguagem a ser usada, quais elementos audiovisuais mais interessam à audiência. Entendemos, principalmente, que não basta contar com excelentes ferramentas de treinamento, é preciso aplicá-las de maneira correta, de acordo com a necessidade do negócio e do time. 

Aprendemos muito com a observação de erros passados (dos nossos e com os dos colegas da área). A troca de experiências é muito importante para qualquer profissional de treinamento. Dessa forma, transmitimos a você algumas experiências que devem ser abolidas de seus próximos projetos. Atente-se a elas e avance algumas casas no tabuleiro da alta performance sem correr o risco de colocar tudo a perder.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: como trabalhar com fóruns

Os fóruns melhoram a experiência de aprendizado porque estimulam a participação ativa do time

De acordo com estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU), a internet chegará a 3,2 bi de usuários até o fim de 2015. Cada vez mais, as pessoas têm necessidade de se manterem conectadas, informadas, seja por portais de notícia, seja por redes sociais. E esse pode ser um grande gancho para o profissional de treinamento e desenvolvimento. Sabe como? Você pode aproveitar a oportunidade para envolver seus colaboradores e engajá-los a participar de seus treinamentos.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: instigue a curiosidade de sua audiência com teasers

Aposte em teasers para conquistar audiência para seus treinamentos

Você trabalhou durante dias para que o conteúdo de um curso e-Learning estivesse 100%. Pensou nos objetivos do aprendizado, naquilo que gostaria estimular em seus colaboradores, em imagens, recursos de mídia, personagens e até nos melhores tipos de letras e cores para criar algo customizado e ter sucesso em sua estratégia.

Acha que isso é suficiente para fisgar a atenção da audiência? Digamos que seja “meio caminho andado”. Assim que entrar em contato com a introdução de seu treinamento, o colaborador irá pensar em algumas perguntas:

  • Será mesmo que esse curso é indicado para mim?
  • Ele irá ajudar a esclarecer tudo aquilo que necessito?
  • A forma como o conteúdo será apresentado é interessante?
  • Com quanto tempo de curso começarei a cochilar?



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Transforme o aprendizado em algo divertido

Aposte em jogos para transmitir conhecimento e promover mudanças de comportamento

Independente de idade, formação, atividade, qualquer pessoa gosta de brincar ou jogar. Seja em um simples jogo de tabuleiro, seja no game mais high tech, a emoção do desafio, os novos caminhos em busca de soluções e as metas nos fazem experimentar uma nova maneira de aprender – explorando o sistema a fim de vencê-lo. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Por um e-Learning acessível

Benefícios conquistados pelas organizações que trabalham pela acessibilidade do aprendizado

Em um mundo ideal, todas as pessoas teriam acesso à educação, ao aprendizado. No entanto, a realidade é bem diferente. Quando tratamos do tema e-Learning então, entramos em questões bem delicadas, como dificuldade de acesso a tecnologias, à internet, além de controle e restrição.

Por isso, se sua empresa pode proporcionar capacitação ao time de colaboradores, por que não investir na força de sua mão de obra? Afinal, quando uma organização adota programas de treinamento, ela trabalha principalmente por um mercado mais capacitado, com profissionais de peso, integração, inclusão social e, claro, melhores resultados.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Humanize o e-Learning

Como fazer com que seus cursos realmente toquem e incentivem o colaborador 

Pense duas vezes (ou mais) antes de continuar a produzir "mais do mesmo" ou prepare-se para perder sua audiência! Na economia atual, tudo é feito de acordo com o que o cliente precisa e deseja – do café ao carro, da casa ao pacote de viagem – e o aprendizado acompanha esse ritmo. Para maximizar o potencial de seus cursos, que tal deixá-los mais humanizados ou personalizados? Selecionamos algumas dicas interessantes do SHIFT eLearning Blog. Tome nota!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Saúde: as vantagens de treinamentos online

Confira os benefícios do uso de e-Learning para a capacitação de profissionais da área da saúde

A indústria da saúde evolui muito rapidamente e os colaboradores dessa área precisam se manter atualizados. Mas como participar de todos os treinamentos se os horários desses profissionais são tão malucos e as agendas, no geral, abarrotadas de compromissos? 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: fisgue o participante pela história

Comece a pensar como um contador de histórias e poupe seus colaboradores de passarem por treinamentos maçantes

Quem não gosta de uma boa história? Perdemos a noção do tempo lendo as páginas escritas por nossos autores favoritos, “engatamos” um episódio seguido de outro de uma série fantástica ou, ainda, enfrentamos uma fila gigantesca só para ver a estreia de um filme. Seja comédia, seja suspense, boas histórias envolvem e nos prendem, pois fazemos uma relação imediata com nossas vivências e emoções. É assim com qualquer ser humano, em qualquer circunstância. Então por que seria diferente em um treinamento?



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Até quando sua empresa vai ficar sem games?

Empresas de diversos segmentos investem em alguma iniciativa baseada em jogos em busca de alta performance

Com a evolução do mercado e a velocidade do aprendizado, as organizações buscam novos caminhos para capacitar e desenvolver seus colaboradores. Um dos temas mais debatidos em seminários e congressos da área de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) é justamente como tornar os treinamentos mais engajadores e interessantes para os participantes e, ao mesmo tempo, mais efetivos para os negócios, de maneira que melhorem resultados, reduzam custos, aumentem a performance, entre outros benefícios. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+