Virtual Vision completa 20 anos em 2018

Virtual Vision completa 20 anos em 2018
Ferramenta oferece autonomia para pessoas com deficiência visual 

Em 2018 o Virtual Vision completa 20 anos. A ferramenta é a solução definitiva para que pessoas com deficiência visual possam utilizar com autonomia o Windows, o Office, a Internet Explorer e outros aplicativos, por meio da leitura dos menus e telas desses programas por um sintetizador de voz.

Veja abaixo a linha do tempo da solução que veio para revolucionar e melhorar o dia-a-dia das pessoas com deficiência visual: 

1998
Lançada a primeira versão do Virtual Vision para Windows, Office e Internet Explorer. O Bradesco Net - Internet Banking para Deficientes Visuais é lançado pelo Bradesco em parceria com a MicroPower. Sob coordenação da Fundação Bradesco e MicroPower, forma-se um grupo de trabalho chamado Capacitação e Empregabilidade para os Deficientes Visuais.

1999
Em visita ao Bradesco, Bill Gates conhece e indica o Bradesco Net (Virtual Vision) para o prêmio “Smithsonian Computerworld Awards”. O projeto fica entre os cinco finalistas na premiação de 1998/1999. Executivos do Banco Bradesco e da MicroPower visitam a sede da Microsoft e apresentam o Virtual Vision para Steve Ballmer – Presidente da Microsoft em Redmond - Seattle. MicroPower lança a versão 2.0 do Virtual Vision.

2000
O Bradesco Net – Internet Banking para pessoas com deficiência visual é indicado para o TOP 3 do IBEST na categoria Ações Sociais. Lançamento do projeto “Internet para DVs” da Brasil Telecom.

2001
Lançamento do Portal para Pessoas com Deficiência Visual.  

2002
Prêmio Desempenho Empresarial, pela revista Livre Mercado. Lançamento oficial da versão 4.0 do Virtual Vision.

2003
O Banco Real inicia distribuição do Virtual Vision aos seus correntistas.

2004
Lançamento da versão 5.0 do Virtual Vision.

2006
26 entidades de apoio a deficientes visuais recebem, durante o Prêmio e-Learning Brasil 2006, certificados com o direito de ganhar um microcomputador (doado com os recursos financeiros arrecadados pela organização do Prêmio) equipado com o Virtual Vision.

2008
Virtual Vision completa 10 anos e Lança a versão 6.0.

2011
Lançamento da versão 7.0 do Virtual Vision, com diversas melhorias

2012
Programa de Capacitação e Empregabilidade de Pessoas Deficientes Visuais atinge 17.000 Capacitados e 1.700 Empregados.

2013
Licenciamento do programa Virtual Vision, sem custos, para utilização pelas entidades sociais instaladas no estado de Goiás, que atendem pessoas com deficiência visual.

2014
Lançamento da versão 8.0 do Virtual Vision. Parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Lançamento do Blog do Virtual Vision.

2015
Acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério da Educação (MEC) e a MicroPower, para licenciamento gratuito do programa Virtual Vision para as escolas públicas de Educação Básica.

2016
Lançamento oficial da versão 10 do Virtual Vision.

2017
Carta de Intenções do Acordo de Cooperação Técnica para distribuição das licenças do Virtual Vision e capacitação dos monitores, para promover a inclusão e a acessibilidade dos alunos com deficiência visual, nas escolas do estado do Amazonas, é assinada durante o Prêmio Learning & Performance Brasil 2017/2018.

2018
Virtual Vision completa 20 anos

Solução definitiva
O Virtual Vision "varre" os programas em busca de informações que podem ser lidas para o usuário, possibilitando a navegação por menus, telas e textos presentes em praticamente qualquer aplicativo.

A navegação é realizada por meio de um teclado comum e o som é emitido através da placa de som presente no computador. Nenhuma adaptação especial é necessária para que o programa funcione e possibilite a utilização do computador pelas pessoas com deficiência visual, assim, o uso de sintetizadores externos é dispensado.

O Virtual Vision também acessa o conteúdo presente na Internet através da leitura de páginas inteiras, leitura sincronizada, navegação elemento a elemento e listagem de hyperlinks presentes nas páginas.

Para mais informações sobre a ferramenta, entre em contato com a MicroPower.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados
MicroPower | Cultura de Alta Performance – Parte 2: Alinhamento aos Valores e à Cultura Organizacional

Cultura de Alta Performance – Parte 2: Alinhamento aos Valores e à Cultura Organizacional


Para atingir elevados níveis de desempenho organizacional e humano, e assim apresentar o que chamamos de Cultura de Alta Performance, uma empresa precisa estar atenta a sete pontos fundamentais:

1) Liderança
2) Alinhamento aos Valores e à Cultura Organizacional
3) Objetivos bem definidos 
4) Métricas e Indicadores bem definidos
5) Execução
6) Planejamento e Capacitação da Força de Trabalho
7) Meritocracia

Neste artigo abordaremos o segundo ponto, o Alinhamento aos Valores e à Cultura Organizacional.

Toda organização estabelece, de forma planejada ou não, as atitudes e princípios que são valorizados pelos dirigentes e colaboradores, e orientam ações prioritárias do trabalho, e a maneira correta de executá-lo. Cria-se assim a Cultura Organizacional, que é o “jeito de se trabalhar” que permeia a mente e os corações de todos que fazem parte da organização. 

Alguns aspectos específicos dessa Cultura Organizacional podem facilitar ou dificultar o desenvolvimento de um estado de alta performance. Da mesma forma, os princípios e os Valores organizacionais exercem forte influência no comportamento dos colaboradores que impactam diretamente em sua performance. 

Se examinarmos organizações líderes em qualquer segmento ou área de atuação, encontraremos invariavelmente uma cultura organizacional forte, que enfatiza a inovação e a prontidão para enfrentar novos desafios, e uma habilidade “estrutural” para lidar com a Mudança. Mais uma vez temos que ressaltar o papel da liderança em estimular o alinhamento com os Valores e o orgulho pelo nome e marca, para desenvolver nos colaboradores os sentidos de “pertencer” e de “propriedade”, fundamentais para o engajamento, lealdade e empreendedorismo que ampliam as perspectivas da organização de alcançar novos mercados e novas oportunidades de negócios, além de contribuir para a motivação e retenção dos colaboradores. Cabe também à Liderança dar o exemplo e agir corretamente, para que os colaboradores percebam claramente quais são as atitudes valorizadas e requeridas pela organização, e passem a agir da mesma forma.

Entendemos que o papel dos Valores e da Cultura Organizacional será cada vez mais importante para as empresas de Alta Performance, uma vez que fortalecem as relações humanas, os laços entre equipes, e o entendimento dos objetivos e direcionadores estratégicos, mesmo em um ambiente de trabalho cada vez mais baseado em tecnologia, abrangente e disperso geográfica e culturalmente. 

Assim, ao buscarmos o Alinhamento aos Valores e à Cultura Organizacional, procuramos ter cada um dos colaboradores incorporando em todas as suas ações os procedimentos, princípios e valores da organização e vivenciando a Cultura de Alta Performance.

Na próxima semana publicaremos o terceiro artigo: Objetivos Organizacionais bem definidos.

 Augusto Gaspar
Diretor de Soluções Consultivas
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados