Não perca a audiência

Estratégias para manter os colaboradores sempre interessados em seus treinamentos

 

A criação de conteúdo online requer habilidade e sensibilidade do profissional de treinamento para captar as necessidades e os interesses do time e do negócio e transmitir o conhecimento da maneira mais dinâmica e didática possível.

 

Para de fato conquistar a audiência, um curso em formato e-Learning tem de ser prático e as informações presentes nele, de simples assimilação. O profissional de treinamento deve ter isso em mente antes de começar a criar qualquer material. A ideia é que os colaboradores aprendam sem perceber, divertindo-se com o conteúdo e com a dinâmica proposta.

 

Selecionamos algumas dicas interessantes para ajudá-lo a criar um e-Learning tão interessante quanto engajador. Confira!

 

Atenção ao conteúdo

Um conteúdo chato torna um treinamento de e-Learning chato. Avalie criticamente as informações e a mensagem que você deseja transmitir para seu colaborador. A seleção do conteúdo correto (aquilo que fará diferença no dia a dia do participante do curso) bem como a forma como você irá entregá-lo são muito importantes. Por isso, pense em estratégias para fazer com que seu colaborador interaja com o material. Responder a perguntas como “O que precisa ser ensinado?”, “Como esse público aprende melhor?” e “Quais teorias e técnicas utilizar?” poderá ajudá-lo. Além disso, o cuidado com o design é tão importante quanto com o conteúdo. Portanto, muita atenção a imagens, tipos e cores de letras, ícones, disposição de conteúdo por página, entre outros fatores.

 

Um toque de humor pode ser bom

Um treinamento pode fluir melhor e ser mais prazeroso para seus participantes com um toque de descontração e humor. Converse com a equipe de criação sobre a inclusão de ideias ou mensagens engraçadas e dinâmicas no conteúdo e como a tecnologia pode ajudar a compor esse cenário.

 

Menos pode ser mais

Unidades de aprendizagem online são mais eficazes quando não levam mais de quinze ou vinte minutos para serem concluídas pelo colaborador. Por isso, resuma o conteúdo ao máximo e entregue-o da maneira mais direta possível para sua equipe. Lembre-se também de que os participantes de cursos online trabalham em seu próprio ritmo, de acordo com a disponibilidade de suas agendas, às vezes nos cinco ou dez minutos antecedentes a uma reunião, portanto, qualquer coisa que leve mais de dez segundos para fazer download poderá facilmente ser rejeitada.

 

Capturar a atenção de cara (e segurá-la)

Participantes de e-Learning precisam ser capturados no primeiro minuto do treinamento. As informações devem falar diretamente com eles, mais uma vez, de forma simples (sem ser indiferente e insignificante), mas agregando valor, ou seja, entregando conhecimento e ideias que eles entendam como importantes para o desenvolvimento de suas vidas e carreiras. Isso garantirá inclusive que o colaborador revisite o material regularmente para relembrar conceitos.

 

Referência: Portal e-Learning Industry


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados