e-Learning: instigue a curiosidade de sua audiência com teasers

Aposte em teasers para conquistar audiência para seus treinamentos

Você trabalhou durante dias para que o conteúdo de um curso e-Learning estivesse 100%. Pensou nos objetivos do aprendizado, naquilo que gostaria estimular em seus colaboradores, em imagens, recursos de mídia, personagens e até nos melhores tipos de letras e cores para criar algo customizado e ter sucesso em sua estratégia.

Acha que isso é suficiente para fisgar a atenção da audiência? Digamos que seja “meio caminho andado”. Assim que entrar em contato com a introdução de seu treinamento, o colaborador irá pensar em algumas perguntas:

  • Será mesmo que esse curso é indicado para mim?
  • Ele irá ajudar a esclarecer tudo aquilo que necessito?
  • A forma como o conteúdo será apresentado é interessante?
  • Com quanto tempo de curso começarei a cochilar?
Responder a essas questões da maneira mais direta possível e provar ao participante que seu curso não o fará dormir deve ser a primeira mensagem que você precisa transmitir. Conforme aponta o SHIFT eLearning Blog, há uma técnica chamada GAP, criada pela especialista Nancy Duarte, que é usada justamente para “laçar” a audiência. Confira os detalhes do GAP e aplique em seus treinamentos!

GAP: esse conceito mostra aos colaboradores a diferença (o gap ou a lacuna) entre onde estão agora e onde eles estarão depois de seguirem as instruções que seu treinamento está propondo, ou seja, depois da conclusão do curso.

Como usá-lo: você pode demonstrar o GAP a partir do uso de teasers

O teaser é uma das técnicas do marketing usadas para chamar a atenção para uma campanha publicitária, seja para a divulgação de um produto, seja para o lançamento de um filme. Ele aumenta o interesse de um determinado público-alvo ao instigar sua curiosidade (teaser, em inglês, significa provocar ou aquilo que provoca); ele transmite uma mensagem inicial bastante rápida, até meio enigmática, com um ou outro elemento relacionado (direta ou indiretamente) ao objeto da divulgação.

É muito importante realçar essa lacuna com imagens e outros elementos, como texto, áudio, de tudo aquilo que o colaborador terá como vantagem. Por isso, é crucial que você entenda completamente seu público-alvo, conheça suas dificuldades para, assim, conseguir apontá-las e também demonstrar como elas podem ser superadas pela ação que você está recomendando.

Mas atenção: lembre-se de que o teaser é algo breve, uma “espiadinha” naquilo que está por vir e não um resumo do curso. Retenha as informações-chave para que o colaborador seja levado a acompanhar todo o curso.

Referência: SHIFT eLearning Blog

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados