Avaliação de Desempenho em tempo real

Saiba como acompanhar e avaliar corretamente seu colaborador identificando também as ações necessárias para o seu desempenho
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Feedback: uma poderosa ferramenta nas organizações

Saiba como o feedback pode se tornar essencial para alcançar a excelência em sua equipe

Não há desenvolvimento sem feedback, certo? Sim, certo! Ele está presente em todos os momentos de nossas vidas, não somente nas questões profissionais. Sempre precisamos de alguém que nos ajude em nosso crescimento, que nos aponte onde precisamos melhorar e também elogiar o que temos de melhor. Até mesmo em nossas relações familiares praticamos isso com frequência, ao educar os nossos filhos, ao mostrar aos nossos pais o que eles fazem de certo e errado diante de algum fato. Todas essas trocas nos ajudam como pessoas, ao ampliar as perspectivas sobre nós mesmos conseguimos identificar e analisar tudo aquilo que fazemos sem perceber, sendo positivo ou negativo. 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Potencialize sua força de vendas

Saiba como treinar seus colaboradores e torná-los mais eficientes graças às ferramentas de gestão de aprendizagem

Com o poder do e-Learning corporativo, as limitações geográficas não são mais um problema. Sua equipe de vendas inteira pode acessar materiais de treinamento on-line em qualquer dispositivo de qualquer lugar do mundo. Das habilidades de negociação ao conhecimento do produto, seu programa de treinamento on-line de vendas pode oferecer-lhes uma riqueza de conhecimento.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Feedback como ferramenta para alcançar resultados

Todos nós precisamos de pessoas que nos deem feedback. É assim que melhoramos. Sim, de fato é isso que todos esperam em qualquer situação.  Imagine um colaborador que nunca tenha recebido feedback para qualquer uma de suas ações dentro do ambiente de trabalho. Sendo assim, ele não sabe, de fato, se suas tarefas estão sendo desenvolvidas da melhor forma possível. Será que não esteja ai a solução para um desenvolvimento positivo? 
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Como converter a queda de desempenho em alta performance

Ações que favorecem a gestão de desempenho e o engajamento de talentos

A queda de desempenho está atrelada a objetivos não compreendidos ou até não estabelecidos e expectativas frustradas dos dois lados – empresa e colaborador. Fatores diversos como a falta de incentivo, reconhecimento, comunicação ou integração, por exemplo, podem desestimular o bom profissional, que por sua vez passará a dedicar-se menos para obter resultados. Já para o contratante, a situação pode gerar problemas com outros colaboradores, baixo retorno para o que foi investido em mão de obra/projetos e queda na competitividade.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Elementos essenciais em um Project Based Learning

Confira o que não pode faltar quando você decidir implementar esse método de aprendizado em sua organização

Se você está buscando uma maneira de deixar seu e-Learning mais interativo e imersivo, então leia este post para saber como enriquecer seus treinamentos tendo como base um Project Based Learning (PBL).



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Treinamentos: quebre a rotina com jogos de enigma

Dicas para usar quebra-cabeças, palavras cruzadas, charadas, entre outros jogos, em seu e-Learning

Jogos como quebra-cabeças, palavras cruzadas, charadas e RPGs não são apenas uma diversão para o domingo em família ou um encontro de geeks. Pelo contrário, eles estimulam o cérebro e o pensamento lógico. No campo dos treinamentos, podem muito mais: aumentar a conectividade emocional, envolver o seu público, avaliar o conhecimento do colaborador e levar o e-Learning por um caminho inesperado.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Jogos instrucionais: inovação para seus treinamentos

Ao utilizar jogos e simulações como parte de sua estratégia educacional, a empresa investe em métodos muito mais prazerosos e engajadores para seus colaboradores atingirem metas e objetivos

Os jogos instrucionais propõem às pessoas a emoção do desafio, do conflito, da busca por novos caminhos para solucionar questões. As etapas e metas fazem com que elas experimentem uma nova maneira de aprender, explorando o sistema a fim de vencê-lo. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

O que os colaboradores esperam dos games

Entenda o que realmente importa em uma estratégia gamificada

Os games conquistaram os profissionais do campo da educação corporativa. Instituições de diversos segmentos já apostam em iniciativas baseadas em jogos para dar feedbacks, transmitir mensagens, normas e procedimentos. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Treinamentos para a geração Y

Informações que o profissional de treinamento deve ter em mente ao elaborar cursos para jovens talentos

Os jovens talentos ou profissionais da geração Y (nascidos após 1980) estão mais do que acostumados com as novas tecnologias. Eles praticamente nasceram nesse ambiente high tech. A primeira palavra que disseram provavelmente nem foi papai ou mamãe, mas sim Wi-Fi

Brincadeiras à parte, essa geração acostumada a mexer com gadgets (dispositivos eletrônicos portáteis), blogs, vídeos, redes sociais e games, chega ao mercado de trabalho sem receio dos desafios; considerando suas atividades como verdadeiras fontes de satisfação e aprendizado. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
MicroPower | Aprendizado: sua empresa está preparada para o e-Learning?

Aprendizado: sua empresa está preparada para o e-Learning?

Você e sua organização estão mesmo preparados para executar satisfatoriamente o e-Learning?

Entre os nove sinais de alerta do e-Learning listados por Marc Rosenberg no livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional, o especialista aponta a mínima expertise em e-Learning como um fator preocupante nas organizações.

De acordo com Rosenberg, a melhor maneira de detectar se uma empresa está preparada ou não, é avaliar se existem três comportamentos inadequados:

  • O primeiro deles é quando uma iniciativa de e-Learning é lançada antes do gestor e sua equipe estarem preparados e, pior, não reconhecerem esse despreparo;
  • Já o segundo, quando a empresa atribui responsabilidades de e-Learning para aqueles que têm o tempo de executá-lo em vez dos que detêm a expertise necessária;
  • E o terceiro, quando a empresa não investe tempo ou dinheiro significativo no desenvolvimento de expertise de e-Learning aos funcionários ou quando o gestor não tem autorização ou recursos para recrutar os talentos necessários do e-Learning.

Alguns riscos bastante graves surgem a partir desse cenário, entre eles, resultados de baixa qualidade, oportunidades perdidas para inovação e, inclusive, intromissões na condução dos trabalhos de capacitação, desenvolvimento e performance.

Entretanto, quando uma empresa ou gestor adota uma “abordagem desenvolvimentista, repetitiva, para criar e implantar e-Learning que acompanha o desenvolvimento de expertise em sua equipe”, palavras de Rosenberg, ela está no caminho certo. Outros pontos relevantes destacados pelo especialista são:

  • Ter um programa de desenvolvimento de habilidades de e-Learning implantado para todos os colaboradores (e, em certa extensão, para seus usuários e clientes). Tal programa deve ser balanceado entre desenho instrucional, técnico, gestão de projetos, avaliação e outras competências;
  • Evitar atribuir projetos de desenvolvimento de e-Learning a membros de grupos não qualificados;
  • Ter a melhor noção de quais competências possui e que tipos de expertise necessita para contribuir com o projeto.

Como benefícios, tanto a empresa, quanto o gestor de capacitação ou gestor de performance conquistam operações mais eficientes, tomada de decisão mais elaborada, produtos de maior valor e de melhor performance e mais inovações de e-Learning.

Em busca de uma ferramenta de gestão de aprendizado – Learning management System eficiente? Conheça o MicroPower Performa, uma solução desenvolvida pela equipe de desenvolvimento e consultoria da MicroPower com base em experiência acumulada ao longo de centenas de implementações de projetos envolvendo sistemas para a gestão de processos de desempenho e aprendizagem. Para saber mais informações a respeito da ferramenta, entre em contato conosco.

Referência: Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional, de Marc J. Rosenberg.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados