Como criar um e-Learning realmente engajador

Ideias simples e efetivas de como elaborar cursos online mais interessantes aos olhos da audiência

Pense em todas as possibilidades que temos para buscar informações: áudios e vídeos disponibilizados online, livros, apostilas, contato com profissionais mais experientes, professores, fóruns e comunidades virtuais, entre tantos outros meios. 

Diante desse contexto, o profissional responsável pela estratégia de aprendizado de uma organização precisa pensar em novas soluções – cursos que fisguem a atenção da audiência e agreguem valor para esses colaboradores, de maneira que eles mantenham o foco nos conteúdos e realmente compreendam a mensagem que precisa ser transmitida.

Isso, definitivamente, não é tarefa fácil diante de tantas outras ferramentas de instrução e até distrações que insistem em querer “roubar” a atenção da audiência. Mas não se preocupe! Nós iremos ajudá-lo nessa missão.

Você já leu nosso post “Cinco passos para criar um treinamento único”? Essa é nossa primeira dica! Depois de lê-lo, confira a lista abaixo cheia de ideias simples e efetivas de como criar cursos online mais interessantes aos olhos da audiência.

Enredo – Invista em uma boa história, pois ela pode transformar seu curso online. Ao tecer um enredo instigante, cheio de possibilidades e reviravoltas que envolverão a audiência (tanto quanto o capítulo final de uma novela), você conseguirá demonstrar qualquer conteúdo, até os mais densos. 

Narração – Aposte em um narrador dinâmico e vibrante, pois ele criará a oportunidade de você construir uma relação harmônica com a audiência. Invista em uma voz que transmita seriedade e segurança, mas que também seja estimulante e animada.

Personagens humanizados – Personagens são usados justamente para que possa ser criado um vínculo entre o colaborador e o conteúdo, ou seja, para que sua audiência se identifique com a proposta, a situação e as características dos personagens, inclusive, físicas. Eles até ajudam a simplificar ou explicar conceitos muito técnicos. Dessa forma, você precisa tornar essas figuras mais e mais humanas, transformá-las no reflexo de sua audiência (aparência, forma de falar, ações etc.). 

Socialização – As pessoas gostam de compartilhar e aprender em grupo. Tenha isso em mente ao elaborar um curso, pois você precisará criar também experiências de aprendizagem social; maneiras de conectar seus colaboradores para transmitir conhecimento e estimular a troca de experiências, seja por uma rede social corporativa, como o OpenMind, seja por outras redes populares abertas ao público em geral. 

Convite à exploração – O colaborador simplesmente ama aprender descobrindo por conta própria; criar seus próprios caminhos do conhecimento com base nos conceitos e na bagagem que acumula da vida. Assim, você deve criar oportunidades dentro do e-Learning para que isso aconteça. Por exemplo, inclua imagens, vídeos, links, narrações em ícones que chamem o colaborador a agir (call to action). Seres humanos são curiosos por natureza. Sua audiência irá, naturalmente e com entusiasmo, buscar informações de acordo com preferencias e interesses, enquanto é sutilmente guiada por você em direção ao conhecimento.

Não sabe ao certo como criar esse e-Learning tão surpreendente? A MicroPower conta com um time de especialistas para ajudá-lo. Conheça nosso Estúdio de Conteúdos e transforme o aprendizado em sua organização!

Referência: SHIFT eLearning Blog

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading