Gestão de competências

Por que é importante investir na gestão de competências durante toda a trajetória do profissional dentro da organização? Confira a resposta no depoimento de Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower

Quando o profissional de RH inicia um processo de recrutamento e seleção, ele utiliza diferentes técnicas para encontrar os melhores talentos para sua organização. Uma dessas técnicas é a entrevista por Competência e Comportamentos, destacada até mesmo por Felipe Westin, especialista com 40 anos de experiência em RH e Negócios e diretor executivo da Westin Desenvolvimento de Pessoas, em seu artigo Entrevista por Competências: dicas para o sucesso!, publicado pelo Instituto Learning & Performance Brasil.

No texto, Westin aponta que “o principal objetivo da entrevista por competência é predizer, com maior probabilidade, um bom desempenho no trabalho. Para isso, se busca no passado do candidato evidências de como agiu em situações críticas ou desestruturadas. Utiliza-se de comportamentos passados para prever comportamentos futuros. Busca-se exemplos específicos. Avalia-se o que de fato o candidato fez e não o que faria em determinada situação”.

Como benefício, a empresa pode até propor, já no processo de contratação, planos de desenvolvimento para o novo colaborador. E por que não continuar a investir na gestão de competências durante toda a trajetória do profissional dentro da organização? Empresas que apostam nesse tipo de ação conquistam processos mais alinhados, algo vantajoso também para o colaborador, é o que aponta Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower. Confira no vídeo!


Para facilitar o processo de gestão de competências, você precisa de uma solução tecnológica completa. O MicroPower Performa, sistema desenhado e desenvolvido pelos especialistas da MicroPower, integra o módulo de Gestão de Competências aos módulos de Gestão de Objetivos, Gestão de Desempenho, Gestão do Aprendizado e Gestão de Sucessão e Carreira. Entre os principais recursos do módulo voltado à gestão de competências estão: 

  • Recursos para a criação de um dicionário de habilidades e de competências; 
  • Recursos para a definição de mapas de competências e habilidades por função ou cargo, incluindo a identificação do nível de proficiência mínimo para cada habilidade numa função específica; 
  • Recursos para atribuir a um curso (atividade de aprendizagem) o nível de proficiência que pode ser adquirido pelo usuário para uma ou mais habilidades em decorrência do desempenho do curso; 
  • Ferramentas para que o aluno possa rapidamente identificar os gaps individuais de competências e habilidades requeridas para a sua função ou domínio, possibilitando a consulta imediata dos cursos necessários (o recurso inclusive permite que aluno já realize automaticamente a matrícula para o curso sugerido);
  • Consultas de acompanhamento dos gaps individuais e coletivos pelos coordenadores de treinamento e gestores. 

Garanta que o desenvolvimento de seus talentos esteja alinhado às necessidades de sua organização! Entre em contato com os especialistas da MicroPower e conheça todas as nossas soluções.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados