Como potencializar o treinamento com video based learning

Particularidades dos vídeos que deixam o e-Learning muito mais eficaz e convidativo

Talvez pela facilidade para a compreensão da informação que esse tipo de mídia proporciona à audiência ou pelo formato menos cansativo e mais envolvente da combinação de imagem, som, roteiro e outros efeitos, o consumo mundial de vídeos tem aumentado com muita velocidade.

As empresas estão investindo muito na criação de tutoriais, videoaulas e até séries com atores interpretando situações da vida real. Mas não é tão simples desenvolver um plano de aprendizado por meio de video based learning. Adiantamos que a atenção aos detalhes de produção é essencial. 

Separamos algumas dicas para você não se perder no meio do caminho. Boa leitura e um excelente trabalho!

  • Tenha uma ideia clara de quais são os objetivos de aprendizado de seus vídeos. Isso porque estabelecer tais metas irá ajudar a “desenhar” ou criar o material – quais elementos irá usar, como ilustrações, cenários reais, locução, personagens etc.
  • Mantenha os vídeos curtos, caso contrário você vai perder a atenção de seu colaborador. Lembre-se das pílulas de aprendizado: seus vídeos devem ser breves, simples e diretos. Se você tem muitas informações, um módulo muito grande, quebre esse conteúdo em vídeos curtos de um ou dois minutos. Para tanto, inclua mais elementos visuais e narração (prepare um breve roteiro que suporte as ideias apresentadas) e menos texto. 
  • Insira legendas em seu vídeo, pois além de facilitar a vida dos colaboradores com problemas de audição ou até de colaboradores estrangeiros, as transcrições irão aumentar o envolvimento da audiência e a taxa de conclusão do módulo.
  • Simule o procedimento para ajudar o colaborador a compreender o passo a passo. De acordo com uma pesquisa realizada por Kelvin Miller, adultos retêm apenas 10% do que ouvem após 72 horas, mas são capazes de lembrar 85% do que ouvem, veem e fazem após as mesmas 72 horas. Por tanto, invista em vídeos de tutoriais interativos. Se o objetivo é a utilização de um sistema, você pode gravar todo o processo (como logar, onde clicar, atualizações) fazendo uma simulação de uso. O mesmo vale para produtos como máquinas agrícolas, esteiras transportadoras, equipamentos da indústria alimentícia ou automobilística, registre cada componente e a sequência de todos seus comandos, isso fará com que o colaborador vivencie a experiência e compreenda melhor o processo.

Você pode ainda deixar os vídeos disponíveis em uma plataforma robusta, escalável e adaptativa para a realização dos treinamentos corporativos, educação a distância, TV na internet e transmissões ao vivo. Sabe como? O MicroPower Media Services possibilita a gestão e a distribuição de vídeos com streaming adaptativo à velocidade de conexão do usuário e o suporte aos principais protocolos de streaming existentes. Para mais informações, entre em contato com nossos especialistas.


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Loading