Treinamento via smartphone

Considere usar dispositivos móveis para proporcionar treinamentos mais acessíveis aos colaboradores

 

Cada vez mais dependemos de dispositivos móveis para otimizar nossas atividades diárias. Marcar reunião, acompanhar as notícias, organizar a lista de compras, conferir o endereço do cliente, acessar e-mails: tudo isso está ao alcance de nossas mãos, onde e quando desejarmos.

 

De acordo com um relatório recente da eMarketer, os americanos utilizam smartphones, em média, três horas por dia. No Brasil, a mesma tendência vem sendo confirmada, muito por conta do aumento no número de dispositivos móveis. Segundo dados da consultoria GfK, 111 milhões de aparelhos foram vendidos no país entre janeiro de 2013 e outubro de 2015.

 

A forma como utilizamos esses dispositivos é ainda mais interessante. A maioria das pessoas gasta um tempo considerável interagindo com vídeos, áudios e redes sociais. E o que os profissionais da área de Treinamento e Desenvolvimento podem conquistar com isso? Novos colaboradores interessados em seus cursos.

 

Há atividades de formação que funcionam muito bem em um smartphone, como a produção de podcasts ou de uma série de vídeos para detalhar processos ou explicar conceitos relacionados a um tema central. Dessa forma, em caso de dúvidas, o colaborador pode facilmente consultar o material em qualquer horário e de qualquer lugar (dentro da empresa, em viagem, no cliente).

 

Por isso, antes de desenvolver seu próximo conteúdo de aprendizagem, tenha em mente um objetivo principal: proporcionar que seu colaborador esteja em um ambiente que maximize o potencial de aprendizagem. Para tanto, será preciso investir em boas ferramentas de educação, comunicação e tecnologia.

 

Quer mais ideias sobre como tirar boas estratégias de aprendizado do papel? Então acesse o  site da MicroPower e entre em contato com nossos especialistas!

 

 

Referência: Portal eLearning Industry

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados