Performa 4 está disponível

Performa 4
Versão é o maior salto tecnológico do ERP de capital humano em quase 10 anos

O MicroPower Performa, um dos melhores sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) de capital humano do mercado, acaba de lançar seu maior pacote de atualizações dos últimos anos. Trata-se do Performa 4, que traz inovações em termos de integração de dados, gamificação e compartilhamento de conhecimentos do colaborador com a empresa.
 
Criado há quase 10 anos, o MicroPower Performa é uma plataforma de gestão integrada de performance e aprendizado que permite gerenciar objetivos, desempenho, competências, aprendizado e aspectos de sucessão e carreira de colaboradores dentro de uma organização. 

Ao longo de todo esse tempo, o Performa não parou de evoluir, mas este é um dos maiores avanços do programa, como explica o diretor geral da MicroPower, Michel Musulin Soeltl: “Estamos continuamente ouvindo o mercado, as tendências globais e principalmente nossos clientes. As mais de 10 funcionalidades novas desta versão colocam o sistema em um novo patamar de atuação. Em 10 anos, é um dos maiores avanços que o Performa teve”. 

Michel afirma que os clientes que usam só a parte de aprendizado (LMS) do Performa vão perceber avanços importantes na usabilidade dos portais temáticos, com a plataforma gamificada, o curso tipo vídeo, o compartilhamento de vídeos pelos colaboradores e o uso do QR code no app mobile. “Já os clientes que têm o LMS e o TMS (performance), vão poder desfrutar também de uma experiência muito mais enriquecedora, com o painel de gestão integrado (performance e treinamento) e o mapa de evolução do colaborador, com os comparativos performance x salário / performance x treinamento”. 

Em detalhes, estas são as novidades da versão 4:

  • A plataforma agrega, já na tela inicial, um LMS (Learning Management System) e um TMS (Talent Management System), ou seja, os principais itens e dados relevantes para tomar decisões de gestão de performance e aprendizado. Isso torna a experiência mais ágil e prática.

  • Também na tela inicial, o usuário tem acesso a dashboards em três níveis possíveis: a informação pessoal, a da equipe (caso ele seja um gestor) e a da empresa (caso ele seja um administrador). 

  • Foi criada a central de dashboards, que pode ser customizada pelo colaborador. Além dos indicadores padronizados, cada usuário pode criar seus próprios indicadores para acompanhar como quiser. 

  • O People Evolution é outra novidade, com gráficos nos quais é possível visualizar a evolução de cada colaborador, desde a admissão até o momento atual, e em relação a diversos indicadores de treinamento e performance. O sistema mostra que competências foram ou não atingidas, quantos treinamentos foram feitos, quais indicadores de resultados foram ou não alcançados e cria um gráfico que compara o salário ao longo do período com o atingimento de resultados, permitindo calcular a produtividade real do colaborador.

  • O visual e a experiência do usuário melhoraram. Agora, como padrão, o sistema tem quatro opções de formato visual para o portal, oferecendo quatro diferentes maneiras de apresentar a informação.

  • Visualmente, os dados são apresentados de forma simples e intuitiva, usando cores e percentagens que mostram quanto de cada meta está sendo cumprida, o que permite atuar nos pontos específicos. Isso vale para os indicadores de performance (competências, PDI e objetivos e resultados) e de aprendizado (cursos, vídeos, leituras e trilhas).

  • No Performa 4, os vídeos deixam de ser apenas arquivos adicionados à videoteca, como um repositório de documentos, e passam a ser classificados na plataforma como um objeto educacional, ganhando status de EAD, como já acontece com cursos web e presenciais. “Isso permite gerenciar esse curso tipo vídeo, acompanhando como ele está cumprindo a sua finalidade: se o funcionário acessou ou não, quanto cada um assistiu, se foi ou não até o fim”, diz Michel.

  • A plataforma está integrada com o Office 365 e exporta PDIs como tarefas diretamente para o Outlook. Isso vale para pendências pessoais e tarefas da equipe: “Se o gestor deseja estabelecer uma tarefa para um colaborador, ele exporta o PDI para o Outlook, que cria uma tarefa e envia e-mails automáticos enquanto a tarefa está pendente”, explica Michel

  • Com a integração do Performa ao Skype for Business, os usuários poderão realizar treinamentos on-line, broadcasts e salas virtuais Tudo de forma ágil, eficiente e com muita flexibilidade, inclusive por smartphones.

  • Outra novidade interessante é que o Performa 4 está pronto para receber estratégias e conteúdos de gamificação, com sistemas de rankings, badges, lista de eventos, milhagem e até loja virtual para resgate de pontos. Os colaboradores podem acompanhar as pontuações do processo de gamificação de forma lúdica, como a trilha visual de um “Jogo da Vida”. Com base nas pontuações, é possível montar um sistema de milhagens com direito a resgate de pontos. “O Performa 4 é uma plataforma gamificada com loja virtual, e o colaborador pode resgatar os prêmios previstos no sistema gamificado de acordo com a sua pontuação”.

  • “Com o Performa 4, o conhecimento passa a ser uma via de mão dupla, e os próprios colaboradores geram conteúdo para o sistema”, afirma Michel, referindo-se ao upload de vídeos diretamente do smartphone do funcionário. Pode ser um depoimento sobre um treinamento ou sobre um programa interno da companhia ou mesmo conteúdos colaborativos motivacionais carregados de forma rápida e fácil e disponíveis na própria videoteca da plataforma após a avaliação do gestor. 

  • Usando ainda o poder dos smartphones, o Performa 4 disponibiliza no app mobile um leitor de QR Code. Com ele, a empresa pode disponibilizar panfletos associados a QR Code e espalhá-los por diversos lugares. Onde quer que esteja, o funcionário aponta o smartphone para o QR code e, automaticamente, abre o respectivo conteúdo. Isso torna mais prático o treinamento em horas livres e abre um mundo de possibilidades, como registrar a participação em cursos presenciais.

A nova versão do Performa é fruto de diversas sugestões de melhorias feitas ao longo dos últimos meses. Elas vão desde informações passadas pelo helpdesk da MicroPower a melhorias descobertas pelo time de implementadores, que verifica a aderência dos processos dos clientes à plataforma. A atualização leva em conta também tendências de mercado percebidas pela MicroPower em eventos internacionais.

O Performa 4 já está disponível. Basta que o cliente solicite a atualização. Michel explica que, para quem tem a versão core, a atualização é mais rápida. Já os clientes que têm o Performa customizado terão prioridade para analisarem o tempo e esforço de modo a adaptar as customizações à nova versão do produto.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados