Gamification: como funciona essa estratégia nas organizações?

Gamification como estratégia de treinamento
Saiba como motivar e reconhecer seu time para obter os melhores resultados em sua organização

A falta de engajamento é uma questão em que os departamentos responsáveis pelo desenvolvimento dos colaboradores enfrentam diariamente nos treinamentos online. Seja por falta de tempo, ou, simplesmente por não sentirem motivação para concluir determinados cursos, alguns funcionários deixam a capacitação em segundo plano; o que pode ser muito ruim para o crescimento de sua organização. 

Para criar um treinamento corporativo envolvente, as organizações e as equipes de aprendizado e desenvolvimento precisam se concentrar em fornecer abordagens de aprendizagem que atraiam todas as gerações, fazendo com que se sintam à vontade com o material. 
 
O Gamification ou Gamificação (promove o aprendizado por meio de mecanismos de jogos, mas não são jogos), por exemplo, pode ser o caminho neste contexto. Quando o treinamento utiliza mecanismos de jogos, os alunos são naturalmente atraídos para os cursos, pois experimentam emoções como prazer, surpresa, reconhecimento e competição sadia. Os alunos estão ativamente envolvidos no processo de aprendizagem e aplicam suas habilidades para avançar pelo curso. 

Quando o aluno consegue concluir as etapas necessárias, há um impulso em sua autoestima, especialmente quando é um curso desafiador. A aprendizagem baseada em jogos pode ensinar novas habilidades aos colaboradores de forma efetiva. Jogar faz com que eles sintam que estão entrando em um caminho de aprendizagem personalizado porque eles têm a liberdade de escolher o caminho que eles acham que é certo.

A solução oferece oportunidades para que os alunos possam cometer erros, aprender com ele, analisar o impacto de suas decisões e ai então tentar novamente. Uma pontuação ruim não significa que os alunos falharam ou não podem tentar novamente. Os mecanismos de jogos são projetados para que os alunos estejam motivados para começar novamente e melhorar seu desempenho. Este é um fator crucial na aprendizagem.


A solução promove o engajamento social na aprendizagem, porque quando todos os colaboradores estão concluindo os cursos, eles podem compartilhar suas experiências e aprender juntos. Isso incentiva a aprendizagem baseada em pares. Ao mesmo tempo, o espírito competitivo que essas estratégias de jogos promovem, podem motivar sua equipe a fazer o seu melhor para melhorar as pontuações de cada um. 

A capacidade de tentar, causar uma reação, cometer um erro ou falhar torna uma experiência de aprendizado envolvente. Cenários complexos ou procedimentos podem ser aprendidos através de várias tentativas e oportunidades ilimitadas para aperfeiçoar suas habilidades tornam a aprendizagem baseada em jogos uma experiência de aprendizado atraente. Além disso, o feedback imediato dá aos alunos uma chance de melhorar e um senso de controle sobre o processo de aprendizagem. Isso promove um nível mais profundo de engajamento.


As organizações hoje estão abertas a explorar novas formas de treinamento que trarão resultados positivos e este método de treinamento atrai a uma força de trabalho de várias gerações. A estratégia auxilia vários conjuntos de habilidades, desde coordenação até complexas, tais como resolução de problemas, pensamento estratégico e habilidades sociais. 

Para o Diretor Geral da MicroPower, Michel Musulin, a Gamificação traz um novo conceito e dinâmica no Aprendizado Corporativo. “Considerando que, atualmente, mais de 40% da força de trabalho são jovens, a forma como eram concebidos os treinamentos tradicionais já não suprem os requisitos deste público. O dinamismo que as estratégias de jogos trazem para o engajamento das pessoas para aprender é enorme. As possibilidades de Recompensar, Reconhecer e Premiar trazem dinamismo e competitividade sadia, em que todos ganham. Os colaboradores ganham duas vezes: aprendendo e sendo reconhecidos e recompensados, e as empresas ganham por ter funcionários mais capacitados e, consequentemente, com maiores possibilidades de melhorar continuamente seu desempenho, aumentando a produtividade de seu posto de trabalho”, conclui.

Os aspectos positivos da aprendizagem baseada em jogos estão fazendo muitas organizações adotarem esse método, mas deve-se conhecer o caminho certo para projetar e implementar jogos para que eles tenham sucesso. Eles precisam ser projetados e alinhados com objetivos organizacionais. Essa forma de capacitação deve ser relevante e proporcionar aos alunos uma experiência de aprendizagem única. Quanto ao fator de custo, os avanços na tecnologia tornaram o desenvolvimento da aprendizagem baseada em jogos mais acessíveis às organizações. 

O MicroPower Performa possui as funcionalidades necessárias para a realização e a gestão do aprendizado online (e-Learning) e atividades presenciais, aumentando o engajamento e a retenção do conhecimento através de recursos avançados como a gamificação, biblioteca de arquivos e vídeos, múltiplos portais e um aplicativo de aprendizado exclusivo para smartphones e tablets.
O Performa 4 (nova versão) está pronto para receber estratégias e conteúdos de gamificação, com sistemas de rankings, badges, lista de eventos, milhagem e até loja virtual para resgate de pontos. Os colaboradores podem acompanhar as pontuações do processo de gamificação de forma lúdica, como a trilha visual de um “Jogo da Vida”. Com base nas pontuações, é possível montar um sistema de milhagens com direito a resgate de pontos. 

A aprendizagem baseada em jogos transformou os treinamentos ao manter a atenção dos alunos e proporcionar uma experiência de aprendizagem imersiva que não pode ser ignorada.

Ref. elearningindustry
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading