Como superar a resistência à aprendizagem online

Apesar de atrair cada vez mais adeptos, muitos mitos ainda rodeiam a aprendizagem online

O e-Learning, ou aprendizagem eletrônica, é uma modalidade de ensino à distância bem utilizado nos últimos anos. Hoje, com o avanço das novas tecnologias, ouve-se falar cada vez mais sobre esse conceito e como ele pode auxiliar no dia a dia das organizações. 

Muito ainda se fala sobre a aprendizagem online e se realmente é uma modalidade que consegue atingir as expectativas dos alunos. 

Apesar da adoção generalizada de avanços tecnológicos, as pessoas ainda resistem ao aprendizado online. Embora possamos ser rápidos em falar sobre as gerações mais velhas que não cresceram digitalmente, a resistência pode vir de qualquer faixa etária por qualquer razão.

Mas vamos considerar como podemos superar essa resistência. Ao prepararmos o curso tendo como base os objetivos de aprendizagem voltados aos alunos, eles se sentem engajados e estimulados a fazer esses treinamentos, pois reconhecem sua utilidade e o quanto vão crescer como profissionais. Abaixo três maneiras eficazes para superar a resistência à aprendizagem online, que são: destacar os benefícios, demonstrar as possibilidades e acesso rápido aos conteúdos. 

1. Destacar os benefícios

Quando nos sentimos confortáveis com alguma coisa, tendemos a negligenciar ou subestimar os negativos. Algumas pessoas podem esquecer todas as dificuldades de coordenar os horários, a transferência de aprendizado quando os alunos são retirados de seus contextos da vida real e os grandes orçamentos associados a viagens e instalações. Eles só vêem benefícios como relacionamentos pessoais, discussões interativas e atividades síncronas, que na superfície [parecem] impossíveis de recriar em um ambiente online.

Destacar os benefícios do aprendizado online e combinado, ao mesmo tempo em que os joga contra as dificuldades do aprendizado no local, pode ajudar as pessoas a entender e vivenciar sua realidade. O aprendizado online oferece flexibilidade para que tanto os facilitadores quanto os alunos tenham acesso a treinamentos que, de outra forma, poderiam não funcionar com seus cronogramas. Os alunos permanecem incorporados em seus contextos da vida real, ajudando a fechar a lacuna entre os ambientes de treinamento e prática. 

Remover os requisitos de viagem e as salas de aula físicas significa uma economia de tempo e dinheiro, para não mencionar a capacitação total para aqueles localizados em áreas remotas. Os participantes têm a opção de um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal quando podem controlar onde e quando acessam o treinamento. Atualmente, à medida que o aprendizado móvel ou o mLearning se tornam mais populares, o treinamento é ainda mais flexível e acessível.

2. Demonstrar as várias possibilidades

As pessoas não precisam apenas ouvir os benefícios, elas precisam vivenciá-los. Os treinamentos online têm papel cada vez maior na educação corporativa. Embora muitos treinamentos presenciais possam ser substituídos por treinamentos online, eles ainda têm seu papel na educação, tudo depende dos conteúdos e das habilidades que precisam ser desenvolvidas nos colaboradores. 

Nas abordagens online podem ser usados e-learnings, vídeo-learnings, atividades gamificadas sobre vários conteúdos, mas no caso, por exemplo, das dinâmicas de grupo e das atividades práticas em campo, é necessário o treinamento presencial. Esses cenários é que possibilitam criarmos um blend com treinamentos online e atividades presenciais.

Há também algumas situações em que o treinamento online é utilizado como um preparatório para o presencial e vice-versa, o que mostra que eles podem coexistir; tudo depende dos objetivos a serem alcançados.

3. Acesso ao conteúdo no momento que precisar

Com o advento da smartificação e a massificação dos dispositivos móveis, o aluno tem acesso aos conteúdos em sua casa, no escritório ou até mesmo em trânsito.

Isso possibilita que os conteúdos sirvam não só como cursos, mas também como materiais de referência, de consulta e manuais, para utilizarem principalmente em campo, durante o trabalho.

Ouvir os benefícios e enxergar as possibilidades é essencial, mas as pessoas também precisam saber que serão apoiadas em seu processo de aprendizagem quando adotarem uma abordagem online.

Ref: elearningindustry
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados