Não é apenas e-learning, é mobile learning

Mobile Learning
Conhecimento na palma da mão é a chave para o desenvolvimento de sua equipe
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Aprimore a experiência de aprendizado em sua organização

As ações de melhoria devem ter como foco necessidades e interesses do público-alvo e do negócio

Sempre mencionamos a importância do conteúdo em treinamentos. Já até fizemos um post dedicado ao tema – “Crie o melhor conteúdo para seus treinamentos”. Mas quando falamos em conteúdo, não estamos apenas nos referindo à informação, ao dado. Estamos falando também da experiência a ser transmitida aos participantes dos cursos por meio de textos, design, recursos audiovisuais, entre outras ferramentas.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

O que o e-Learning pode fazer para "levantar" seus colaboradores

Há diversas razões para que os colaboradores fiquem frustrados com um e-Learning, saiba como evitá-las

Você pensa em todos os detalhes para elaborar um treinamento online fantástico e, em vez de conquistar o time, percebe desistências, profissionais que realizam treinamentos por mera formalidade e falta de entusiasmo com o material. Situação complicada, porém, muito comum no ambiente corporativo. O que é extremamente perigoso, já que a frustração pode levar ao abandono de metas e objetivos traçados por colaboradores em parceria com seus líderes. Resultado, queda de performance.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Conheça o módulo de Sucessão & Carreira

As empresas precisam estar atentas a todas as vantagens que o módulo de Sucessão & Carreira pode lhes oferecer para, assim, identificar posições em risco e antecipar seus sucessores 

Sempre reforçamos a vantagem que sistemas não engessados dão às empresas ao oferecer diferentes recursos criados sob medida para suas necessidades – de ferramentas de interação como fóruns de discussão a métodos de avaliação, lembretes de módulos a serem concluídos, entre outros elementos.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Tendências de aprendizado: mobile learning e gamification

Crie uma experiência de aprendizado extremamente prazerosa para os colaboradores investindo em mobile learning e gamification

Como criar treinamentos engajadores? Como desenvolver um treinamento efetivo com verba reduzida? Como simplificar um conteúdo muito técnico? Essas são algumas das dúvidas dos profissionais de treinamento. Nada mais natural, se levarmos em consideração o ritmo frenético do mercado, as novas tecnologias e a necessidade constante de atualização e capacitação dos colaboradores.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Como definir objetivos de aprendizagem

Até o final deste post, você será capaz de definir objetivos de aprendizagem

Mas, o que são objetivos de aprendizagem? Resumidamente, promessas de aprendizagem. Eles informam ao público-alvo o que poderá ser aprendido ao término de uma formação.

Eles são importantes por várias razões. Em primeiro lugar, possibilitam que os alunos decidam por fazer ou não o curso em questão. Em segundo lugar, optando por fazê-lo, os objetivos de aprendizagem funcionam como um roadmap. Ao comparar seu progresso com a lista de objetivos, os alunos terão uma ideia geral de quanto conteúdo ainda resta para finalizar o curso. 




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Objetivo de aprendizagem – da empresa ou do aluno/colaborador?

O papel do designer instrucional é encontrar a melhor maneira de ajudar o colaborador a alcançar seu objetivo

Dando continuidade ao tema do meu post anterior, gostaria de levantar um assunto para reflexão sobre como direcionamos os objetivos de aprendizagem de uma capacitação.

De acordo com uma pesquisa realizada pela In-Focus com mais de cinco mil alunos, 75% querem ser capaz de fazer seu trabalho melhor e mais rápido. Ou seja, a cada convite para uma formação, eles se questionam: "O que é que eu vou fazer melhor / mais rápido / mais efetivo após esse treinamento?". Eles querem saber como a formação vai impactar positivamente sua capacidade de realizar o trabalho (princípios da andragogia).
Leia mais...




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

e-Learning: como descrever objetivos em treinamentos

Os objetivos devem ter como foco o colaborador e não o instrutor de treinamento

O que você quer de seus colaboradores? O que você pretende que eles realizem ou conquistem (mudanças, melhorias, habilidades) a partir de seus treinamentos? As respostas para essas perguntas conduzirão os objetivos de seus treinamentos e pouparão tanto a perda de tempo quanto a de energia.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Solução Educacional: o que é preciso para chegar lá?

Muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão

Apesar de diversas empresas terem evoluído e amadurecido seu processo de LNT, muitas ainda definem as estratégias de suas capacitações sem uma base sólida para a tomada de decisão. Geralmente o formato é definido de acordo com a urgência, "modinha" do momento ou até mesmo gosto pessoal de quem demanda. No entanto, para chegar à melhor decisão e fazer um investimento assertivo é preciso levar em consideração uma série de informações. Confira algumas delas!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+

Desafios do e-Learning

Fique de olho naquilo que pode prejudicar sua estratégia de aprendizagem

 

Fazer uma boa análise do perfil dos colaboradores, levantar conteúdo para o desenvolvimento de cursos, suporte tecnológico, pensar na melhor forma de apresentação desse material: um programa de treinamento bem estruturado deve prever uma série de tarefas ou até obstáculos. Selecionamos os principais deles para que você coloque no topo de sua lista de preocupações. Tome nota e não negligencie esses aspectos importantes!

 

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
MicroPower | Por que considerar o microlearning em sua estratégia educacional

Por que considerar o microlearning em sua estratégia educacional

Para alcançar um alto engajamento e desempenho, a aprendizagem deve ser aplicável no fluxo de trabalho dos colaboradores

Ninguém duvida que os treinamentos são essenciais para o desenvolvimento de talentos dentro de uma organização. Mas, e se você pudesse criar treinamentos que tivessem maior engajamento e menor custo? Esse formato já existe: é o Microlearning.

Os treinamentos baseados no Microlearning se encaixam como uma abordagem altamente eficaz para envolver os alunos e permitir que as organizações aprimorem o desempenho dos funcionários.

Afinal, já sabemos que treinamentos demorados e com conteúdos complexos não atraem a atenção dos alunos. Estamos cientes das muitas teorias atuais e metodologias em torno de treinamentos, mas cada vez mais ouvimos a importância da aprendizagem informal. Aprender em tempo real significa fornecer as informações certas exatamente quando o usuário precisa, na maioria das vezes fora da sala de aula. 

Cenário atual

De acordo com uma pesquisa feita pelo LinkedIn com, aproximadamente, 4.000 profissionais, a principal razão pela qual os funcionários dizem que não estão envolvidos no aprendizado no local de trabalho é porque não têm tempo. Executivos e gerentes de pessoas concordam que conseguir que os funcionários reservem tempo para o aprendizado é o desafio número 01 para o desenvolvimento de talentos. 

Por isso a necessidade de oferecer conteúdos rápidos, engajadores e que possam ser acessados a qualquer momento e em diferentes formatos para apoiar a construção de conhecimento rapidamente. 

Este conceito permite a aprendizagem com pequenas pílulas de conhecimento num ambiente corporativo, adaptado ao setor específico e no fluxo de trabalho do colaborador.  

Os usuários podem obter conteúdo de aprendizagem no meio do processo de trabalho, adequando-se ao seu contexto e ao problema em questão. Mais tarde, se um usuário for confrontado com o mesmo problema novamente, o conteúdo pode ser facilmente obtido e consumido novamente, até que tenha sido aprendido corretamente.

Quais são as principais características do Microlearning que o tornam tão relevante?

Flexibilidade: oferece aos alunos a escolha do treinamento no dispositivo de sua escolha. Isso combina com os estilos de vida e estilos de aprendizagem dos alunos modernos.

Disponível no fluxo de trabalho do aluno: está disponível para os alunos dentro de seu fluxo de trabalho para que possa ser acessado com precisão no momento de sua necessidade.

Pode ser personalizado: permite personalizar a jornada de aprendizagem para os alunos. Com base em função ou preferências, eles podem obter o treinamento desejado.

Fornece uma ampla variedade de formatos para os alunos: em um determinado caminho de aprendizagem, você pode oferecer formatos variados, cada um otimizado para oferecer a experiência de aprendizagem certa.

Pode ser atualizado rapidamente: esse formato permite que as atualizações sejam rápidas, precisas e feitas, até mesmo, pelos próprios colaboradores, contando com uma curadoria prévia, ou não. 

Aprendizado colaborativo: excelente forma de engajar e envolver os colaboradores para que compartilhem experiências de aprendizado e até para serem parte de comunidades de prática.

Quer saber mais? Entre em contato com a MicroPower e conheça todas as nossas soluções. 
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Google+
Os comentários estão fechados